segunda-feira, 18 de junho de 2012

Uso do SAL nos Alimentos, na Saúde_3ªparte

Consumo do SAL

Já vimos a história do sal na 1ª parte http://magiadailha.blogspot.com/2011/07/sal-definicao-historia-utilidade.html;
 Os tipos de sal na 2ª parte:
http://magiadailha.blogspot.com/2011/07/sal-e-seus-diferentes-tipos-2parte.html
 Veremos aqui o consumo do sal nos alimentos e seu uso de modo medicinal.

Consumo de sal pelos seres humanos



O sódio e o cloro no sal são eletrólitos minerais que conduzem eletricidade em nossos fluidos e tecidos. Os outros eletrólitos principais são o potássio, o cálcio e o magnésio.

Nossos rins controlam a quantidade de eletrólitos e água, regulando os fluidos que ingerimos e expelimos de nossos corpos.

Se essa quantidade estiver alterada, nossos músculos, nervos e órgãos não irão funcionar corretamente porque as células não conseguem gerar contrações musculares e impulsos nervosos.


Uma baixa quantidade de sal, ou hiponatremia, é um dos distúrbios de eletrólitos mais comuns. Você pode perder sódio quando transpira ou urina excessivamente, sofre de vômitos ou diarréia ou quando bebe muita água (é por isso que as bebidas esportivas contêm eletrólitos). Tomar diuréticos, que fazem o corpo eliminar o excesso de água, também pode causar a perda de muito sódio.

A hiponatremia pode causar inchaço cerebral e morte. Se sente muita vontade de comer sal, você pode estar desidratado ou com falta de um dos minerais encontrados no sal de cozinha. Mas um desejo extremo por sal pode ser um sintoma da doença de Addison (um distúrbio hormonal) ou da síndrome de Bartter (um distúrbio renal raro).

Se você tem muito sódio em seu corpo, pode sentir muita sede e urinar mais vezes para eliminar o excesso. É provável que você ouça muito mais sobre uma alta quantidade de sódio, ou hipernatremia, do que sobre a baixa quantidade- hiponatremia. Mas algumas vezes os seus rins não conseguem eliminar todo o excesso. Quando isso acontece, o seu volume de sangue pode aumentar (porque o sódio retém água), o que por sua vez pode fazer o seu coração bater mais forte. Por causa disso, alguns médicos tratam a síndrome da fadiga crônica por meio do aumento da ingestão de sódio pelo paciente.

colher de chá de sal
A recomendação, como já citado, é que a maioria das pessoas não consuma mais do que 2,4 gramas de sódio (o equivalente a uma colher de chá) por dia [fonte: NHBLI] Muitas pessoas ingerem muito mais do que essa quantidade.
Com relação ao consumo de sal, é uma boa idéia ficar atento à quantidade de sal que você está ingerindo.

Cuidaddo com os "fast-food"

Os alimentos de lanchonetes fast-food e produtos semiprontos (como refeições congeladas e sopas enlatadas) contêm muito sódio porque ele ajuda a preservar o alimento, removendo a umidade e afastando as bactérias. Então, se você come muitos alimentos fast-food, pode estar ingerindo mais sal do que imagina.

LIMPANDO os RINS

De tudo o que foi dito, vemos a necessidade de limparmos nossos rins constantemente. Há diversos modos de fazer isso:
 - aumentar a ingestão de água;
- tomar 1 a 2 copos de água em jejum logo ao levantar;
- comer alimentos que ajudem tipo: abacaxi, melancia, pepino, limão
- Tomar chás diuréticos tipo: SALSA, cavalinha, pata-de-vaca, artemísia, chapéu-de-couro, quebra-pedra, chá-verde...

Aliás, a salsa é uma dos mais eficientes ervas para ser usada como salada, nos sucos e chá para a limpeza dos rins. É tão potente que deveria ser tomado antes de qualquer outro chá ou outros tratamentos para desintoxicar os rins...

SALSA
A salsa contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal da nossa culinária (166mg por 100g); contém também ferro (5.5mg /100g), manganésio (2.7mg / 100g), cálcio (245mg / 100g) e potássio (1mg / 100g) . Sendo recomendada para pedra nos rins, reumatismo, anemia, hipertensão e cólica menstrual.
Sua alta concentração de vitamina C ajuda na absorção de ferro.

O suco de  salsa crua, sendo uma bebida natural,  pode ser tomado misturado com outros sucos, 3 vezes ao dia. As folhas e talos podem ser mantidas no congelador, e seu uso é recomendo na culinária diária, pois além de saudáveis, dão ótimo sabor a qualquer receita.

Chá de SALSA (desintoxicante)
 
Chá desintoxicante de SALSA

- Pegue um maço de salsa ( se puder usá-la com a raiz, melhor ainda!) e lave bem.
- Pode usá-la inteira ou cortá-la; ponha em uma vasilha limpa.
- Ferva um litro de água por 10 minutos, jogue sobre a salsa e deixe esfriar.
- Coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira.
- Beba um copo todos os dias por alguns dias.


Receitas Naturais com SAL GROSSO
O conteúdo que está postado aqui NÃO oferece uma alternativa segura contra doenças, são apenas de caráter informativo ou complementar. Sempre procure um médico ou especialista para um diagnóstico preciso e um tratamento correto para seu caso.

Sais de Banho

Os sais de banho ou sais de Epsom podem esfoliar a pele, amenizar dores, estimular a circulação e reduzir a inflamação de picadas de insetos ou outras irritações.(receitas de banhos nos próximos assuntos)

Frieira
As frieiras, micoses, tinhas, pés de atleta ou qualquer outro nome a qual venham chamar as dermatofitoses são problemas comuns à peles, pelos e unhas. Mas que por ter a característica de serem superficiais pois os fungos que causam a frieira se alimentam das extremidades ‘mortas’ da pele, são difíceis de serem combatidas pelo sistema imunológico, uma vez que não há acesso dos anticorpos a estes tecidos.

No geral, o melhor remédio é mesmo prevenir. Uma boa higiene dos pés bem como a limpeza dos calçados, evitar utilizar o mesmo calçado por períodos longos e compartilhá-los, andar calçado principalmente em locais como piscinas, clubes e praias etc podem ajudar a ficar livre de frieiras. Porém, se mesmo assim, a frieira aparecer, a receita a seguir pode ajudar.

Remédio para Frieira
Você vai precisar de:
- Meio copo de álcool,
- Meio copo de água,
- Meio copo de sal grosso
Modo de Preparo:
- Misture todos os ingredientes
Posologia
- Molhe os dedos na solução e deixe secar por si só.

Soro caseiro
Soro Caseiro
Muito utilizado para desidratação, o soro caseiro tem ajudado, de forma simples, milhares e milhares que acabam se desidratando por conta de vômitos, diarréias, calor ou outros fatores. A receita que ajuda a repor os sais minerais perdidos é extremamente simples.

Ingredientes do soro caseiro
3,5 gramas de sal (uma colher de chá rasa de sal)
20 gramas de açúcar (duas colheres de sopa rasas de açúcar)
1 litro de água, fervida, filtrada ou mineral.

O interessante é manter a proporção de 8 partes de açúcar para uma de sal (pode-se usar tampinhas de refrigerante para dosar, por exemplo: uma tampa de sal e oito de açúcar para um litro de água). Evite super dosagem, principalmente do sal.
Modo de Preparo:
Basta misturar bem os ingredientes com uma colher.
Posologia
O ideal é beber o soro caseiro aos poucos, após ir ao banheiro
Cuidados
O Soro é uma solução rápida e simples para emergências. É muito importante procurar um médico imediatamente, sobretudo, quando se tratar de crianças e recém nascidos.


Atchim_nariz entupido
Nariz Entupido-Sinusite
  As causas da congestão nasal podem ser gripe, constipação, rinite alérgica e vírus, bem como pode estar ligada à simples irritações causadas por cigarro, fumaça, cheiros, ácaros e frio, sobretudo no inverno e outono.

Todos estes fatores, juntos ou separados, provocam, nas terminações nervosas de nosso nariz, ativam as defesas de nosso organismo a produzir secreções e gerando a constipação nasal. Uma receita caseira pode ajudar a desentupir o nariz.
Eucalipto
Você vai precisar de
- Um punha de folhas de eucalipto
- 3 colheres de sobremesa de sal grosso
- 1/2 litro de água
Modo de Preparo:
- Leve as folhas de eucalipto e o sal grosso ao fogo. Deixe ferver por cinco minutos.
Posologia
- Antes de se deitar, faça inalações. Evite beber água, nem tome friagem após as inalações.
Gargarejo para dor de garganta


Dor de garganta
Gargarejar com água morna e salgada pode acalmar uma garganta inflamada ou gengivas feridas. Por meio da osmose, o sal remove os fluidos e reduz o inchaço.

Gargarejo de vinagre e sal
Você vai precisar de:
- Um copo médio de água
- Três colheres de sopa de vinagre (de vinho ou de álcool)
- Duas colheres de chá de sal
Modo de Preparo:
- Aqueça e mexa bem os ingredientes para que amistura fique bem homogênea.
Posologia
Faça gargarejos durante o dia e, especialmente, antes de dormir e de manhã quando levantar, no máximo em dois dias a dor deverá ter desaparecido. Se em três dias não desaparecer, procure um médico.
_____  ***  _____


Para ler as primeiras partes do assunto;
História do sal na 1ª parte:

Os tipos de sal na 2ª parte:

_____   ***   _____

Compilado por Geni Mafra Souza
Baseado em minha vivência, estudos e conhecimentos como terapeuta.
Com a ajuda dos sites:
natural.enternauta.com.br/.../sal-grosso-propriedades-medicinais/
conversanacozinha.com/2011/02/saude-o-poder-da-salsa/

Além dos outros já citados na parte 1ª e 2ª sobre SAL.
Imagens da Net

















2 comentários:

  1. Bom dia , tenho inchaço generalizado e intolerância a sal grosso, já procurei vários especialistas e não tive êxito. Qual seria a especialidade que devo procurar?

    ResponderExcluir
  2. Olá Unknown,

    Grata pelo acesso ao blog MAGIA da ILHA e pelo comentário. Veja, na medicina alopática, acho que um Endocrinologista,um Nefrologista, ou um médico Laboratorial poderão ver...Na medicina alternativa ou complementar você pode ver com um: Nutrologo, Iridólogo, Acupunturista, Homeopata, Antroposófico, Medicina Tradicional Chinesa, Ortomolecular...poderão lhe ajudar.
    Desejo que consiga!
    Fique, hoje e sempre, na Paz, Luz, Curas e Alegrias dos Santos Seres.
    Abraços fraternos
    Gení

    ResponderExcluir