terça-feira, 28 de novembro de 2017

DIAS MÁGICOS de DEZEMBRO - 1ª quinzena -

Esclareço que estas comemorações fazem parte da cultura de algum povo, em alguma época e estão historicamente, segundo JUNG, no Inconsciente Coletivo... Sendo assim, relembrar, homenagear ou fazer um ritual é não deixar morrer a história, os costu.mes, a cultura, as tradições populares ou a crença de nossos antepassados!

A GRANDE MÃE-GAYA

Entramos  no décimo mês do antigo calendário romano que era por isso chamado de Decem. Era considerado sagrado e muitos festivais eram realizados neste período. Dezembro traz em seu ventre a Grande Mãe e todas as suas manifestações femininas. Devemos nos abrir para a magia de dezembro, aumentando a conexão com a natureza e com  nosso lado feminino.
Dezembro representa o fechamento de um ciclo, um período para refletir sobre o ano que passou...

A mais importante celebração deste mês são:
-  Solstício de Inverno- Hemisfério Norte e de Verão no Hemisf. Sul.
-  As celebrações atuais do NATAL.
- E o ANO NOVO, para as regiões que seguem o calendário gregoriano.
- E o Festival das Luzes, dos Judeus, o Hannukah - Chanucá.


Castiçal de nove braços-Chanukiá ou Chanuquiá 
(hebraico חנוכיה - hanukiah, pronunciado "ranuquiá") 

* Neste mês, os judeus celebram, até hoje, o Festival das Luzes - durante oito dias - chamado Hannukah, ou "Chanucá" é uma palavra hebraica que significa "dedicação" ou "inauguração".  Se acende diariamente uma nova vela branca em um castiçal de nove braços -  o Chanukiá ou Chanuquiá (hebraico חנוכיה - hanukiah, pronunciado "ranuquiá"); na primeira noite acende-se apenas o braço maior e uma vela, e a cada noite se vai acrescentando uma vela, até que no oitavo dia o candelabro está completamente aceso.
 Comemora-se assim, segundo o Talmud - Livro Sagrado dos Judeus - o antigo milagre da reconquista do Templo de Jerusalém, há dois mil anos. 

Turquesa pedra de dezembro

As pedras dos mês são: a Turquesa e o Zircônio, principal. Secundárias: ametista e citrino
A árvore do mês - Sorveira, sabugueiro, castanheira e teixo.
Plantas:- Aspargo, junco e soja.
As cores:- Azulão, bege e bronze
As divindades regentes são os deuses e as deusas solares.
O elemento: - Fogo
Os elementais do mês: As Salamandras.


Sorveira ou  Sorva árvore de dezembro.

Lema do mês:

"Assuma o controle de Sua Vida. 
Não se deixe guiar pelos outros!"


Salamandra - o elemental
do último mês do ano.

Assim:

Reveja todos os aspectos de sua vida. Medite sobre os Sucessos e o fracassos criando uma nova imagem do futuro. Entre no ano novo com FÉ, FORÇA, LUZ e ESPERANÇA!

Posêidon - deus grego 
dos Oceanos

Dia 01 de Dezembro - Festival de POSÊIDON

Posêidon era o Deus grego dos oceanos. Em seu dia podemos fazer um interessante ritual para controlar e conhecer nossas emoções mais profundas.
Ritual: - Coloque, em uma bacia branca,  água da chuva e sal ou água do mar. Deixe uma água-marinha repousando na água salgada por três noites seguidas. Sempre que precisar de força interior, recorra a sua pedra, agora energizada com o poder dos mares.

Shiva - deus hindu do 
movimento, da dança

Dia 02 - Festa de SHIVA - Dia Nacional do SAMBA, no Brasil.
Shiva é o deus hindu da dança e do movimento e simboliza o ciclo do início e fim.
Ritual: - Acenda neste dia uma vela azul, e peça a Shiva que lhe dê sabedoria para reconhecer os bons momentos da sua vida, e paciência e compreensão para os ruins.



No Brasil, dia 02 de Dezembro é dia da maior música popular brasileira: o SAMBA. Lembrando que dia 27/11/16 fez 100 anos ou I séc. da gravação do primeiro samba brasileiro: Pelo Telefone, composição de Ernesto dos Santos ou DONGA e do jornalista Mauro de Almeida.

Airmid coberta de ervas,
 protegia os que Curavam

Dia 03 - Bonna dea e Airmid - Em 2017 - Primeiro Domingo do Advento
Celebração romana para Bonna Dea, a personificação da Terra e de sua fertilidade. Comemoração também de Airmid, a deusa irlandesa da Cura.
Ritual: - Com vela de cera de abelhas; ervas aromáticas; água de chuva;pedra de rio; conchas e pinhas; faça um ritual invocando a Cura para todos os seus corpos, pedindo a Mãe Terra e as deusas da Cura: Saúde, vitalidade, força e Paz! Agradeça!  


Dia 03/12/17 acende-se a primeira vela da
Coroa do Advento = A Espera do Salvador

Dia 03/12/2017 -  Começa para o mundo cristão o Advento. O tempo de espera pela "Luz do Mundo""Aquele" que virá para Curar a humanidade. É acesa a primeira vela da Coroa do Advento, normalmente de cor roxa, significando o Perdão e os Profetas. A vela é acesa, feito oração, deixe queimá-la algumas horas e apague-a, só voltando a acendê-la, novamente, com as demais, na Noite de Natal.
* O primeiro Domingo do Advento("a espera") também é o dia para se montar a Árvore de Natal e se enfeitar a casa para o "grande dia" dos nascimento do Salvador, para o mundo cristão!

Para saber mais aqui no blog: A Verdade (?) sobre a História do Natal...
http://magiadailha.blogspot.com/2011/12/historia-do-natal-2-parte-os-simbolos.html


Oya- Yansã-Sta Bárbará

Dia 04/12 -  Dia de Oya - na África , Iansã no Brasil sincretizada com Santa Bárbara. 
Celebração a deusa ioruba Oya ou Iansã, esposa de Xangô; padroeira da Justiça e da Memória; ela preserva as tradições ancestrais. Padroeira do Rio Niger, personifica as forças da tempestades, dos ventos e dos relâmpagos. É saudada com "Epa Heyi Oya".


Arinna - a deusa LUZ

Dia 05 - Arinna - A deusa da Luz; Sta Lúcia-Itália
Arinna é celebrada como a deusa da Luz solar e da Claridade. 
Ritual:- Hoje celebre a LUZ e o Sol como fonte de vida, calor, luz e saúde!


Sta Lúcia ou Luzia=LUZ
Santa protetora dos oftalmologistas.

Dia 05/12 - Primeira festa de Sta Lúcia na Itália, (-+283 +304) ou Santa Luzia (Brasil) cujo nome deriva de Luz. Jovem  de família rica, da região da Sicília, na Itália, que foi martirizada a mando de Diocleciano, perdeu os olhos e depois foi dacaptada, por não negar sua FÉ cristã. O dia de sua festa é dia 13/12.

São Nicolau - antecedente ou 
dá origem ao Papai Noel.

Dia 06/12 - Deusa persa Spenta Armaiti - São Nicolau -
Antiga celebração a Armaiti, a deusa da "Piedade Divina".  Ela protegia a Terra.
Dia de São Nicolau ou Santa Klaus, antigo aspecto de Papai Noel, que vinha do Norte, trazendo bençãos e Cura. É muito comemorado até hoje nos países  germânicos, ou de descendência. Se quer ler mais sobre o assunto aqui no blog:
http://magiadailha.blogspot.com/2011/12/historia-do-natal-2-parte-os-simbolos.html

GOB - o Rei dos Gnomos

Dia 07 - Dia de Gob.
Gob é o Rei dos Gnomos, também conhecido como Chobb, e costuma andar em companhia de Uriel, anjo que governa esta categoria de elementais. Ele governa o reino mineral e pode nos levar ao "ouro espiritual"; o maior tesouro! Oferte a Gob em seu dia um pequeno tesouro.
Ritual: - Coloque numa caixinha algumas moedas (de preferência douradas), doces, balas e outros objetos bonitos e pequenininhos e enterre-a ou deixe-a em uma caverna, ou ainda embaixo de uma pedra, oferecendo a Gob. Ele saberá lhe retribuir...

MARIA Concebida sem pecado.

 Dia 08 - Dia da IMACULADA CONCEIÇÃO e Festival de Ixchel

A Imaculada Conceição é, segundo o dogma católico, a concepção da Virgem Maria sem mancha ("mácula" em latim) do pecado original.
A festa da Imaculada Conceição, foi definida como uma festa universal em 1476 pelo Papa Sisto IV; e definida como dogma pelo Papa Pio IX em sua bula Ineffabilis Deus em 8 de Dezembro de 1854.

Ritual: - Hoje, humildemente e confiante no Amor e na Bondade de nossa Mãe Maria,  peça a graça que você necessita, repetindo no final:  Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a vós. (Repetir três vezes). Ela nunca deixa desamparado quem implora seu auxílio.

Ixchel - A Dama da Noite 
para os Maias

Na cultura maia, Ixchek é aquela que tudo abraça, a dama da noite. Neste dia, ela está em toda parte distribuindo energia de amor e entrega aos que estiverem sintonizados com as energias superiores.
Ritual: - Abrace demoradamente as pessoas hoje. Algumas pessoas não sabem abraçar, têm medo de entregarem-se e serem magoadas. Para as pessoas que não se sentem amadas, esta é uma boa magia: acenda uma vela rosa e um incenso de dama da noite. Feche os olhos e imagine-se envolvido por uma luz rosa quente e suave, como um abraço. Peça a Ixchel que a ajude a conquistar o Amor e Amizade que dão sabor a vida.

A Virgem de Guadalupe.

 Dia 09 - Festa a Virgem de Guadalupe - México - de 09 a 12.
A Virgem apareceu em 1531 na colina de Tepeyac, a um índio, pedindo que ali fosse construído um altar para ela. 
Ritual: - Hoje peça a Virgem de Guadalupe, que lhe de Iluminação, Orientação e Cura!
Leia mais sobre a aparição da Virgem de Guadalupe aqui: 
https://magiadailha.blogspot.com/2017/11/virgem-de-guadalupe.html


Libertas - deusa romana
 da Liberdade

Dia 10 - Festival de Lux Mundi - Segundo Domingo do Advento - Cristãos.

Este festival romano honrava a deusa Liberdade -LIBERTAS- e podemos; hoje; nos livrar do que nos faz sentir presos.
Ritual:-  Invente seu encantamento... Pode ser uma dança, ou um simples "bolo mágico"... mas deve ser fruto de um ato livre e desprendido; feito com o Coração... Às vezes, temos que nos livrar de velhas regras para "irmos adiante", para evoluirmos na vida...


Domingo 10/12/17 acende-se a
segunda vela da Coroa do Advento.

Neste domingo se acende a segunda vela da coroa do Advento, de cor roxa (embora muitos usem vermelha) ou verde, lembrando que a chegada do "menino-Deus" está próxima. Essa segunda vela representa a FÉ e a cidade de Belém. Depois de fazer uma oração, deixa-se queimar algumas horas e se apaga. Será acesa novamente com as demais na Noite de Natal.

Para ler mais sobre os símbolos de Natal:
http://magiadailha.blogspot.com/2011/12/historia-do-natal-2-parte-os-simbolos.html


Hermes-o mensageiro 
dos deuses gregos.

Dia 11 - Dia de  Hermes.
Hermes, mensageiro dos deuses da mitologia grega, pode hoje ajudar você a levar seu desejo aos deuses. 
Ritual: - Amarre duas penas juntas com uma linha amarela. Dê três nós na linha, mentalizando seu desejo em cada um. Vá a um lugar livre e solte as penas ao vento, pedindo que Hermes leve seu desejo aos deuses e que estes ajudem-no a realizá-lo.

Angerona a deusa do Silêncio.

Dia 12 - Festa Anual a Guadalupe-México; dia de Angerona (Roma)
Dia da deusa asteca Coatlicue e também dia consagrado a Angerona, a deusa romana do silênciao, da ordem e do medo, que produz e alivia. Era invocada para guardar segredos ou vencer medos, restabelecendo o equilibrio.

Juno (Hera) deusa da Luz 
e do Parto

Dia 13 - Dia de Santa Lúcia, para os Cristãos Católicos. Celebração a antiga deusa Juno Lucina. Na Itália se celebrava a deusa da Luz e do Parto: Juno. 


Santa Luzia, uma das virgens 
mártires da igreja católica.

Na Suécia e na Itália comemora-se Sta Luzia (ou Stª Lúcia), a santa padroeira dos Oftalmologistas.


Índia Hopi saudando o Sol.

Dia 14 - Festival Soyal - Índios Hopi.
Celebrava-se nesta data o retorno do Sol e o Renascimento. Num longo ritual os índios Hopi preparavam o corpo, a mente e o espírito para um novo ciclo em suas vidas. Guie-se por essa antiga sabedoria e faça sua própria purificação e celebração.


Alcione-deusa da Paz e
da Harmonia


Dia 15 - Festival de Alcione.
Na antiga Grécia, celebrava-se a Paz e a Harmonia trazidas por esta deusa. Acenda uma vela branca, MEDITE e reze pela sua Paz Interior; pela PAZ no Brasil e no Mundo, cada vez mais necessitado de paz!


______  ***  ______

Pesquisado e compilado por Geni Mafra Souza

Fontes de pesquisa:
- FAUR, Mirella - O Anuário da Grande Mãe- editora Gaia, 2º edição, 2001, São Paulo, SP.
- Calendário Wicca, ed. Pensamento, diversas edições, São Paulo, SP.
- Almanaque do Pensamento, diversas edições, ed.Pensamento-Cultrix Ltda-São Paulo, SP

Principais sites consultados para este assunto:
bruxaguinevere.blogspot.com
grupoanimus.forumbrasil.net/t96-panteao-romano

Imagens NET

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

SAGITÁRIO - AQUELE que AGE - 22/11 a 21/12

O Aventureiro signo de Sagitário - EU FAÇO!

O SOL entra no signo de Sagitário em 22/11 onde permanece até 21/12.
Regidos por Júpiter, os sagitarianos com graça e leveza, procuram continuar a escalada evolutiva astrológica, começada por Escorpião.

Sagitário - 22/11 a 21/12 -

O nono signo astrológico do zodíaco, apresenta-se com Espontaneidade e Otimismo, amantes da Liberdade, curiosos, gostam de aprender, buscam possibilidades para responderem a seus questionamentos mais profundos, em relação as suas inquietações que, às vezes, os fazem esquecerem do caminho que os levaria "de volta pra casa!"

 É um signo expansivo e espaçoso, gostam de grandes viagens, principalmente ao estrangeiro.

Sagitário o signo do
 "faço antes, penso depois!"

Tem atração pelas Leis, pela Justiça e pela Ordem, filosofias e religiões, especialmente as orientais,  por isso dão bons Juízes, advogados, administradores, comércio exterior importador e exportador, agentes de viagens, fotógrafos, diplomatas, filósofos, religiosos, escritores, tradutor, professor de idiomas, atores...embora lutem muito para adequar sua parte humana a parte animal...

Por pensarem “grande” e embora tendo uma grande alma, são muito generosos, acham que tudo lhe é permitido, parecendo muitas vezes “folgados”. Por serem muito aventureiros, tem dificuldade em ser fiel...

O positivo e o que
sagitário precisa se trabalhar...

Possuem grande sabedoria, inteligência, intuição, ideias e mesmo o dom da profecia por isso são também bons pregadores Tem grande entusiasmo, vitalidade  e capacidade de adaptação, e às vezes, pecam por excesso de otimismo! Gostam de ler e de escrever.

É um tanto imprudente, gosta do risco, do jogo e da aventura... Tem uma mente ou consciência muito “elástica”, o que muitas vezes o leva a achar “desculpas” para todas suas atitudes. Dito isso pode-se deduzir que não são muito chegados a monogamia, não por maldade mas porque tem dificuldades de estar em apenas um relacionamento. Ao mesmo tempo dão grande valor à família.

Já nas amizades são cordiais, gostam de “receber”, de ouvir e serem ouvidos. Conseguem manter amizades por longas datas, muito embora sejam dados a explosões de raivas. Por terem “bom papo” são muito bem relacionados. Sinceros e transparentes.

Sua casa, (que poderia muito bem ser um barco ou um avião!) além de estar repleta de “lembranças” de lugares diversos e distantes, gostam do conforto, do belo, do aconchego...das cores fortes (que sabe combinar com  as cores clara) e da nobreza da madeira, mas tudo em grandes dimensões e confortáveis,  inclusive sua cama e seu carro!

Sagitário o signo que mira alto!

Gosta de esportes ao ar livre, de praia, natureza, de animais, tendo predileção por cães e cavalos.

Normalmente, mudam de lugar e de casa muitas vezes, sua melhor frase parece ser: “O mundo é grande demais para vivermos num só lugar!”

Este é o signo da Ação, do faço, ajo... e depois penso!

SODALITA a pedra da Intuição.

Características Básicas de Sagitário

Elemento - Fogo
Regente - Júpiter
Qualidade - mutável
Dia - quinta-feira
Flores - Cravos vermelhos, gerânios, hortências e violetas.
Incensos - olíbano, sândalo, violetas e jasmim.
Metal - Estanho
Cor - Azul escuro, vermelho, Púrpura, violeta e rosa.
Números de sorte - 03, 12, 21, 30
Pedras - ametista, sodalita, safira, turquesa
              
O intrépido sagitariano...

Cartas do Tarô - O Carro e o Louco.
Verbo - Eu Vejo
Imagem - Quíron, o Centauro.
Anjo - Zachariel  ou Uriel
Salmo - 3
Santos - Santa Bárbara
Elemental - Salamandra
Sentido - Visão
Animais - Cachorro, cavalo, pássaros...
Mitológico - Dragão.
Estação - Verão.

ZEUS o deus da mitologia
de Sagitário.

Deuses mitológicos - Zeus
Alimentos - Condimentados, saladas, frutas
Principal refeição - matinal

Palavras-chave - Sabedoria, expansão e otimismo.
Prazeres - Natureza, gastronomia, esportes ao ar livre como caminhadas.

Pontos do corpo vulneráveis: nádegas, coxas e costas, fígado, sangue e artérias



Características positivas: Bem humorado, prestativo, generosos, otimista, radiante,  amigo, simpático, sociáveis, envolvente, prático, dinâmico,  Fé no futuro, coragem, confiável, leal, capacidade de planejamento, objetivo, ideais elevados, franqueza...

Características a serem trabalhadas: impaciência, “cabeça-dura” fanatismo, dogmatismo, , grosseria,  impetuosidade, crises de raiva, desequilíbrio, ciúme, inveja, perfeccionismo, egocentrismo, arrogância, autoritarismo, descuido, superficialidade...

Hortências - uma das lindas flores
que Sagitário gosta!

CONSELHO - Não exija do(s) outro(s) aquilo que você mesmo não pode dar; seja mais paciente com a inteligência e as imperfeições alheias; controle seus acessos de raiva... 
Lembre-se: Nem todos tem a Coragem, Sabedoria e Capacidade de Raciocínio como o seu, tenha capacidade de se colocar no “lugar do outro”, assim ficará mais fácil e possível a convivência!

Um ano cheio de coisas boas à todos os Sagitarianos 
e Sagitarianas do blog, ou que aqui chegarem!
_____   ***   _____

Compilado e postado por Gení Mafra Souza.
Fonte de consulta primária:
A Linguagem Secreta Dos AniversáriosGoldschneider - Gary;  Elffers - Joot, Editora Campus Ltda, 2ª edição, Rio de Janeiro,  RJ, BR, 1999.

Com o auxílio dos sites:

domingo, 26 de novembro de 2017

- A VIRGEM de GUADALUPE -

Uma linda e comovente história onde, a Virgem Mãe mais uma vez, no ano de 1531, aparece quatro vezes à um simples cristão, um índio mexicano, nas colinas de Tepeyac, e "marca" sua aparição, através de sua imagem que aparece estampada na "capa" do próprio índio, como uma prova que o Bispo pedira...




Juan Diego Cuauhtlatoatzin, o humilde índio asteca, foi canonizado pelo Papa João Paulo II. 

Até hoje a ciência não consegue explicar como a imagem da Virgem, ficou impregnada no manto de Juan Diego, e nos seus olhos aparecem a imagem do índio, do Bispo e do intérprete, de forma impressionante, a mais de quatro séculos! Mesmo quando alguns anos atrás, peritos deixaram cair ácido corrosivo em todo o manto, "sem  querer",  a pintura NADA Sofreu...


 Análises da imagem de Guadalupe

Em primeiro lugar, chamou a atenção dos peritos a singular conservação do rude tecido da tilma (avental) de Juan Diego. Durante séculos, esteve exposto, sem maiores cuidados, aos rigores do calor, da poeira e da umidade, e mesmo assim sua tessitura não se desfibrou, nem tampouco se lhe desvaneceu a admirável policromia.

A matéria sobre a qual a imagem foi estampada é tecido confeccionado com fibra de ayate, da espécie mexicana Agave Potule zaac (*ou Agave sisalana, da família das suculentas?), que se decompõe por putrefação aos 20 anos, aproximadamente. Em contraposição, o avental de Juan Diego já dura 450 anos sem se rasgar nem se decompor e, por motivos inexplicáveis, é imune à umidade e à poeira.

Atribuiu-se essa virtude ao tipo de pintura que cobre o pano, a qual poderia atuar como matéria protetora. Em conseqüência, foi enviada uma amostra para ser analisada pelo cientista alemão e Prêmio Nobel de Química Richard Kuhn, cuja resposta deixou perplexos os consultantes. Os corantes da imagem não pertencem nem ao reino vegetal, nem mineral nem ao animal, afirmou o pesquisador.

Pensou-se, então, que a tela estivesse tratada por um procedimento especial. Mas de que consistência seria essa preparação da tela para que a pintura pudesse aderir e se conservar incólume sobre matéria tão frágil e perecível como é o ayate?

Mais: confiaram a dois estudiosos norte-americanos - o doutor Calagan, da NASA, e o professor Jody B. Smith, catedrático de Filosofia da Ciência no Pensacolla College - a tarefa de submeter a imagem à análise fotográfica com raios infravermelhos.

As suas conclusões foram as seguintes:
1a. O ayate - tela rala de fio de magüey - não possui preparação alguma, o que torna inexplicável, à luz dos conhecimentos humanos, que os corantes impregnem fibra tão inadequada e nela se conservem.
. Não há esboços prévios, como os descobertos pelo mesmo processo nos quadros de Velázquez, Rubens, El Greco e Ticiano. A imagem foi pintada diretamente, tal qual a vemos, sem esboços nem retificações.
3ª. Não há pinceladas. A técnica empregada é desconhecida na história da pintura. É inusitada, incompreensível e irrepetível.


Fonte deste última parte: Análise da Imagem de Guadalupe

sábado, 25 de novembro de 2017

MEDITAÇÃO da LUA CHEIA ou da SERENIDADE.

A Meditação da Lua Cheia, é a Meditação da SERENIDADE por excelência.

Com o uso periódico desta técnica, obtém-se um efeito suavizador e tranquilizante para quem a pratica, trazendo Paz e Relaxamento a mente e ao espírito. Você pode fazê-la sempre, mas é mais forte se fizer: três dias antes, no dia, e até os 7 dias após a Lua Cheia.

Sob o "olhar" da Lua Cheia.

  BENEFÍCIOS desta MEDITAÇÃO:

-  Serena o pensamento, suaviza as emoções, trazendo PAZ interior.
-  Sua prática constante, dá a pessoa a capacidade de harmonizar ambientes tensos e, neutralizar os atritos nas relações humanas.
-  Equilibra o excesso de Yang irradiados pelo sol durante o dia no nosso corpo Físico, Psíquico e Espiritual, como um bálsamo.

Vamos usar a visualização de uma praia. Se você estiver na praia, "ao vivo", melhor ainda...  Se tem dificuldade de visualizar, use uma imagem de uma praia, olhe a bem antes de iniciar a meditação tentando manter essa imagem em sua mente.

Praia do Sambaqui - Floripa -SC- BR
Fev. 2014-imagem pessoal.

COMO FAZER:

Sente-se confortavelmente, com a coluna ereta, de preferência com roupas folgadas.
Faça três respirações completas relaxando os músculos e a mente, para fazer uma visualização.
E continue observando a sua Respiração durante todo o exercício, que será feita de uma maneira mais calma que as três respirações do início.

 Visualize uma Praia Nativa onde se vê o mar calmo, sereno, com um céu muito azul e cheio de estrelas; na costa imagine uma vegetação muito verde.

Veja-se caminhando por essa praia, sentindo a brisa suave batendo no seu corpo.

Inspire profundamente para sentir todas as células de seu corpo recebendo o PRANA, a  Energia Sagrada.

Imagine-se caminhando na praia...


Pare e olhe em direção ao mar, ouça  a música suave das águas que acalmam seu Ser.
Observe que  a LUA CHEIA se levanta, imponente no horizonte, com sua cor prateada.
Veja como o mar e a areia, estão lindamente iluminados pela Luz da LUA.
Tudo é perfeito e reinam: a Paz, a Harmonia e a Beleza.

Coloque suas mãos com as palmas abertas para cima para receber toda a energia que emana da Lua Cheia, energia de AMOR que vai inundar todo seu Ser, refrescar sua Alma. É a Energia Feminina que traz Suavidade, Repouso e descanso ao planeta terra e a você.

Perceba a Aura Prateada da lua e visualize esta Aura ao seu redor, veja que sua Aura está ILUMINADA tal qual a aura da Lua e receba toda essa energia.

Respire profundamente recebendo essa energia também no seu interior, que vai funcionar como se você estivesse tomando um Calmante.

 USUFRUA dessa energia.

AGRADEÇA, deite-se, relaxe e entregue-se nas mãos dos Santos Seres e, se quiser, adormeça!

Usufrua da energia da Lua Cheia.


Boa Meditação para quem for realizar.
Se quer ler sobre o assunto: Existe, Realmente, influência da Lua em Nossa Vida?
http://magiadailha.blogspot.com/2011/02/existe-realmente-influencia-da-lua-em.html
_____   ***   _____

Pesquisado e postado por:
Gení Mafra Souza
Terapeuta/ Mestre de Reiki com aplicações e Cursos de Iniciações
Fonte:
Conhecimentos antigos, pesquisas, apostilas dos meus estudos
Imagens Net

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O MUNDO GIRA e ACONTECE O SOLSTÍCIO ...

A Roda vai girar mais uma vez, em
21/12 vamos no preparar???

E...o mundo gira para o solstício


No Hemisf. SUL (HS) Solstício de VERÃO - Litha  
No Hemisf  NORTE (HN)  Solstício de INVERNO -  Yule;


Científicamente falando...

 Na ASTRONOMIA, SOLSTÍCIO é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge o seu maior afastamento em latitude, da linha do equador.


Solstício de dezembro e solstício de junho

Explicado melhor:

SOLSTÍCIOS: pontos da elíptica em que o Sol atinge as posições máxima e mínima de altura em relação ao equador; isto é; pontos em que a declinação do Sol atinge extremos: máxima no solstício de Verão e mínima no solstício de Inverno.

Mostrando o solstício e o equinócio

A palavra de origem latina Solstício (Solstitium) está associada à ideia de que o Sol ficaria estacionário, ao atingir a sua posição mais alta ou mais baixa no céu.

Para crianças menores podemos dizer que:

Solstício tem a ver com o movimento da Terra sobre o Sol. Quando a Terra está mais perto do Sol, estamos no Inverno, pois ha mais evaporação de água e logo mais precipitação ( chuvas); quando está mais longe, é Verão. Depois temos as estações intermédias.

O Inverno e o Verão

Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em 21 de dezembro e em 21 de junho mais ou menos já que os solstícios (como os equinócios) não são datas fixas devido à órbita elíptica da Terra.
 As datas nas quais ocorrem os solstícios não dividem o ano em um número igual de dias, apresentando assim uma variação no calendário.

Os Solstícios dão-se quando o sol mantém a sua maior elevação, seu brilho mais intenso; na noite mais longa e no dia mais longo.


Quando o solstício ocorre no inverno  significa que esse dia é o menor do ano e a noite é a mais longa, que os antigos chamavam YULE.

Quando ocorre no verão  significa que é o maior dia e a menor noite do ano, chamavam LITHA.

Assim é que o pessoal do HS estará entrando no VERÃO - Litha (para os antigos) que dá-se  as 16h e 28 min  (hora de Brasília - BR) do dia 21/12/2017 os dias tornam-se claramente mais longos, e é o tempo de trazer a fertilidade e afastar a escuridão. Talvez seja a época de maior alegria em toda a Roda, uma vez que o se vive na plenitude do poder e da abundância. Luz e calor trazem o pico de energia traduzido num ritual de fogo e de vida.

Leia as comemorações de Litha-Verão no endereço: http://magiadailha.blogspot.com/2011/12/comemorando-verao-ou-litha-hs.html


A roda das estações e seus nomes
nas antigas tradições

No Inverno - Yule (para os antigos)  para o qual nós, do Hemisfério NORTE (HN) estaremos entrando no dia 21/12/2017, as 16h:28min (hora de Brasília - BR) os dias tornam-se claramente mais curtos e, as noites mais longas; e é a época do ano de menor força no ciclo anual. É tempo de Recolhimento, de frio, de Meditação; depois disso passa-se  ao equinócio da Primavera. 

Para ler as comemorações de Inverno - Yule leia:
http://magiadailha.blogspot.com/2010/06/comemorando-o-inverno-ou-yule-hs-e.html


A roda do ano segundo "os antigos"

A respeito da Roda do Ano, Mario Martinez- Alto Sacerdote Wicca - Tradição Gardneriana diz:

"Temos a certeza de que eram práticas muito antigas, embora alguns autores afirmem que os celtas não comemoravam os solstícios e equinócios. Entretanto, apesar de tais argumentos, sabemos que determinadas tumbas celtas estão orientadas para receberem os primeiros raios solares no solstício de verão, e que por toda a Europa, o ano dividia-se de acordo com o início do verão e o início do inverno."

 Vejamos então como os solstícios eram comemorados...

SOLSTÍCIO E AS DIFERENTES CULTURAS

O Solstício de Verão era conhecido como o “Nascimento do Sol” desde a era mais remota e festejado por todos os povos no hemisfério norte, que é também o de maior população (maiores massas continentais).

Este acontecimento astronômico era muito importante visto marcar o início do novo ciclo do Sol sobre a Terra, com dias cada vez maiores e mais quentes até ao novo retorno.


O sol como figura principal dos antigos calendários

A esta data associavam-se rituais ou festas muito importantes. Por exemplo:

- As civilizações mais antigas consideravam o Sol como sendo o filho da luz, a luz para eles representava Deus em vida.

O Sol "invicto"
- Entre os druídas, o solstício era comemorado como o dia da fertilidade e muitas mulheres tentavam engravidar nesse dia.

- Nos povos asiáticos, o solstício era representado por um velho de barbas brancas e roupagem vermelha e branca. Esse ser representava Deus na Terra e os asiáticos acreditavam que esse Deus encarnado trazia para a humanidade o seu filho sol.

- Os Egípcios festejavam o solstício com rituais de magia que envolviam o cultivo de sementes.

- Os Indianos festejavam-no transcendendo os corpos em rituais dimensionais mágicos.


Calendário Maya
- Entre os povos das Américas no hemisfério Sul, os Incas mais antigos e os indígenas, comemoravam o Solstício de Inverno no dia 21 de Junho e o Solstício de Verão no dia 21 de Dezembro.

Os Maias elaboraram um calendário perfeito usando o solstício como o início do ciclo do sol e da lua na Terra.
_____   ***   _____

Se quer fazer uma Meditação no Solstício, veja no endereço:

_____   * * *  _____

Pesquisado e compilados por Geni Mafra Souza
Fontes:
- De meus estudos, livros e conhecimentos
e com auxílio dos autores e sites:
Mario Martinez_sacerdote Gardneriano    br.geocities.com/.../artigo5
universopuro.blogspot.com/2008/07/biblia-das-bruxas.html
amigadasfadas.multiply.com
anunnya.blogspot.com
Observatório Astronómico de Lisboa
http://www.uranometrianova.pro.br/
www.cosmobrain.com.br/.../estacoes
www.zenite.nu/02/1-estacao.php

Imagens da net