quinta-feira, 20 de abril de 2017

A CURA pelos SOLFEJOS ou Entonação Justa - Ouvindo os Sons que “Curam” - 6ª parte


Se quer ler a 5ª parte da Cura pelo SOM - Entonação Justa - clic:

Trabalhadores de Luz e os Solfejos

“Nós, como Trabalhadores Espirituais da Luz, fazemo-nos acessíveis neste momento, por determinação divina, para estar aqui a fim de ajudar aqueles humanos que escolhem ficar ou ir.  Aqueles que optaram por permanecer, entrarão em nossas vidas e nós já concordamos em ajudá-los.

Trabalhadores da Luz se Reconhecem.

É tudo sobre ajudar outras pessoas. Não é para ser seu Curador, mas para ajudá-los a saber quem eles são, e se conectar com sua verdadeira origem. Trata-se de fornecer um ambiente de não-julgamento, um espaço sagrado, com a finalidade de se curarem.

Devemos estar continuamente ensinando (e aprendendo) ao mesmo tempo em que apoiamos as pessoas. O velho paradigma nos ensina a manter a informação entre os profissionais. O novo paradigma consiste, em compartilhar as informações, e autorizar o cliente a fazê-lo também.... Com qualquer terapia  que você trabalhe - quer se trate de Reiki ou Massagem, seja utilizando diapasões ou outras modalidades - deve sentir que você o habilitou para que possa estender esta informação para outra pessoa”.

As Frequências Solfejos promovem
 CURAS, realmente!

*E como falamos anteriormente, em essência, quase todas as músicas que ouvimos hoje nas rádios e que é vendido em lojas, seja rock, jazz, soul ou clássica, é atonal e contra produtivo, em comparação com os incríveis poderes de transformação dos tons  Solfejo. Nossa música moderna é, literalmente, em mal-estar para o corpo humano.

As Frequências Solfejos,
alinham nossos Chakras.

Cada uma das seis frequências, correspondem a cada Solfejo, não são só uma nota sobre a escala de tons, mas a um ciclo por segundo em número Hz - a freqüência, e de uma cor específica, e, finalmente, a um determinado chakra no corpo.”

“...O tom de frequência 528 Hz, que é associado à cor verde, que, por sua vez, está relacionado com o chakra do coração. É a terceira nota da escala e se relaciona com a nota "MI" na escala e deriva da frase "gestorum MI-ra", em latim significa "milagre".

VERDE é a COR da CURA do CORAÇÃO!

A frequência de 528 hz é conhecido como o "528 Milagre", porque tem a capacidade notável para curar e reparo do DNA dentro do corpo, e é a frequência exata que tem sido usado por bioquímicos na genética. Verde, é claro, é a cor principal da nossa Mãe Terra, pois nosso planeta vibra com a frequência do amor ou do coração.* (*4 parágrafos últimos, foram aqui, inseridos, retirados do site: curaeascensão)

INSTRUÇÕES para OUVIR os TONS SOLFEJOS ORIGINAIS:

-  Encontre um lugar calmo onde você não será perturbado.
-  A utilização de fones de ouvido estéreo, para as frequências Solfejo, é altamente recomendada. Quanto melhor a qualidade dos fones de ouvido, melhor o resultado que você receberá.
-  É importante que você se concentre no jogo tonal do Solfejo. Deixe ele estar onde você focaliza sua atenção.

Fones de ouvidos são
melhores para os Sons de Cura.

- À  medida que você  começa a ouvir as frequências, você poderá apresentar sintomas como:
°  dores de cabeça,
° tontura
° contrações musculares do corpo
°  náusea...

Não se assuste. Isso é perfeitamente normal! Os tons estão removendo bloqueios energéticos de seu corpo, de modo que no seu campo eletromagnético, harmônico, natural,  possa fazer fluir mais energias para as áreas mais necessitadas do corpo. 

Ilusão auditiva poderá aparecer....

Para obter resultados, escolha e ouça qualquer versão das frequências Solfejo pelo menos uma vez por dia.(melhor é ouvir no máximo,  uma ou duas de cada vez, durante o tempo necessário).

*Os melhores resultados acontecem após um período de seis semanas ouvindo os tons diariamente.

Você pode ouvir os tons quantas vezes quiser por dia, eles só irão beneficiá-lo. Desde que você execute a rotina, Uma Vez por Dia, durante Seis Semanas, você vai começar a ver resultados...

Lembre-se: que as frequências Solfejo não são uma cura milagrosa. De maneira alguma, você deve substituir o medicamento prescrito, ou qualquer outra forma de tratamento, sem antes consultar o seu médico. 

Permita que as Frequências
 trabalhem em Você!

*As frequências de Solfejo são uma ferramenta adicional que podem ajudá-lo em condições médicas, mas não devem, de forma alguma, ser a principal fonte de substituição, sem o consentimento do médico.
Veremos As Seis Solfejos e a utilidade cada um deles...

UT -   396 Hz - Liberta da culpa e o medo
RE -   417 Hz - Desfaz Situações  e facilita as mudanças
MI -    528 Hz -Transformação e Milagres. Reparo do 

                           DNA.
FA -    639 Hz - Conexão/Relacionamentos
SOL - 741 Hz - Expressão/Soluções
LA -    852 Hz - Despertar da Intuição

UT - 396 Hz - Liberando a Culpa e o Medo. Ajuda- nos a nos Libertarmos dos padrões emocionais.


RE - 417 Hz - Desfaz situações, facilitando as Mudanças. Auxilia na quebra de Padrões Emocionais Cristalizados.


MI - 528 Hz - Transformação e Milagres. Promove o reparo do DNA, conectando todos os filamentos. Propicia a abertura das glândulas Pineal e Hipófise (terceiro-olho), nos traz Tranquilidade, já que aumenta a epinefrina, serotonina e melatonina, mas ao mesmo tempo, no final, nos dá Energia para o estudo, concentração, memorização e para  tocarmos nossos Projetos de Vida! Nos conecta a Dimensões Superiores de Amor, Abundância e Prosperidade


FA - 639 Hz - Conexão/Relacionamentos. Ajuda a promover a conexão dos relacionamentos.


SOL - 741 Hz - Expressão/Soluções. Aumenta a Intuição, ao Saber não linear.


LA - 852 Hz - Despertar da Intuição. Frequência do puro amor incondicional. Promove o retorno a Ordem Espiritual.


_____   ***   _____

Para ouvir, aqui no blog, mais Frequências que Curam, na 7ª parte vá:
http://magiadailha.blogspot.com/2017/02/selecoes-de-mais-solfejos-que-curam.html

Postado por Gení Mafra Souza
Mensagem escrita por Brad Johnson
Traduzido por Anjo de Luz do original:
Tradutor Thiago Freitas

Com enxerto dos sites:

Vídeos Youtube


Nenhum comentário:

Postar um comentário