sábado, 27 de junho de 2015

**PÃO: ALQUIMIA? MAGIA? ou MILAGRE?**


Forno de pão à lenha.
O pão permeia toda a história do homem,
principalmente no lado religioso.
É símbolo de vida, alimento do corpo
e da alma, símbolo de partilha.

Breve história do Pão e do Trigo

O uso do pão na alimentação é antiguíssimo:_à milhares de anos antes de Cristo; e resulta do cozimento de uma massa feita com a mistura de certos cereais, principalmente o Trigo juntamente com água e sal, sendo levados ao Fogo.
Os primeiros pães da história eram assados sobre pedras quentes ou debaixo de cinzas,( e ainda hoje há povos do deserto que continuam fazendo desse modo!) datando do VII milênio a.C. a utilização de fornos de barro, pelos egípcios, para o cozimento.



Os primeiros pães da história eram
assados em pedras quentes.

No Brasil, os pães chegaram através do jesuítas no séc. XIX; até aí se usava o biju de tapioca, a farinha de mandioca, o pirão escaldado de farinha de mandioca.

O pão já foi causador de guerras e já foram usados pães até para pagamento de salários no egito antigo.
O TRIGO_ COMPONENTE BÁSICO
O trigo é uma gramínea, um cereal fasciculado, de fruto oval pertencente à família Gramínea.

O Trigo uma gramínea.

É um dos mais importantes grãos para a humanidade. É a segunda-maior cultura, a seguir ao milho e o terceiro é o arroz.
Originário da antiga Mesopotâmia;
os arqueólogos demonstraram que o cultivo do trigo é originário da Síria, Jordânia, Turquia e Iraque. Há cerca de 8.000 anos atrás, uma mutação ou hibridização natural ocorreu, resultando em uma planta com sementes grandes, porém que não podiam espalhar-se pelo vento. Esta planta não poderia vingar como silvestre, porém, poderia produzir mais comida para os humanos e, de fato, ela teve maior sucesso que outras plantas com sementes mais pequenas e tornou-se o ancestral do trigo moderno
.

Os pães no Egito antigo
Já se preparava pães muito antes do cultivo do trigo! Para tanto eram usados outros tipos de farinhas como a de centeio, arroz ou milho.
Aos poucos o trigo foi substituindo as outras farinhas, sendo hoje o cereal fundamental para o preparo dos pães.
Podem ser acrescentados outros cereais ao trigo, legumes e até raízes como: batata, cenoura, cará, mandioca, aveia, arroz; mas nunca deve ser substituído totalmente pois é ele que, em suas formas mais variadas, dá equilíbrio, sabor e qualidade aos pães.

Partes do grão de trigo.

COMO É o GRÃO
O grão do trigo é a semente da qual a planta de trigo cresce, mantendo assim o ciclo contínuo. Cada semente contém três distintas partes: endosperma, casca e gérmen.
Por ser muito versátil, diversas “farinhas” se extraem dele: a farinha branca ou amarela(especiais) a farinha integral, a semolina, o glúten, o farelo, o gérmen, o Flocos, o grão Inteiro, triguilho (quibe, tabule, saladas), etc.


Antigos moinhos de Trigo.

A farinha branca ou farinha de trigo comum é obtida através de processo de moagem, refinamento, que tem por objetivo "separar" na forma mais pura e concreta, o endosperma, para que este possa ser moído e convertido em farinhas "não contaminadas" com o germe ou o farelo, os quais são comercializados separadamente, perdendo com isso muito de seus nutrientes.

No Brasil, passou a vigorar a aplicação de ferro e acido fólico (Vitamina B9) nas farinhas de trigo, como uma forma de “correção”.
Farinha de Trigo Integral: Produzida a partir do grão inteiro do trigo, contem casca, endosperma e gérmen. A farinha de trigo integral é mais rica em vitaminas do complexo B, vitamina E, gordura natural, proteína e contem mais traços minerais e fibras.

Diferença entre as duas farinhas: branca/refinada e integral:

Farinha de Trigo integral- mais saudável!

A farinha integral é bem melhor para a alimentação humana, pois durante os processos de fabricação da farinha de trigo refinada especial, (farinha branca) certos nutrientes do trigo, como as fibras, gordura natural, alguma quantidade de proteínas e vitaminas são perdidos, mesmo que venha a ser adicionados a posteriori. No entanto, independentemente, ao se fazer produtos com farinha de trigo integral, precisa-se adicionar farinha de trigo refinada especial ( branca) para que exista um fortalecimento da ação do glúten, ligadura da massa.

O pão sempre uniu as pessoas.

FAZENDO PÃES...

Na verdade fazer pão é um ritual muito antigo e importante que, pode ser usado como união de pessoas, de famílias, de amigos, como uma terapia;( se você o fizer com vontade, com amor)e ainda, se você quiser, pode até transformá-lo em um Ritual de Cura, conforme aprendi no Curso de Renascimento I e II, já que fazer e amassar o pão é um ritual de autoconhecimento que revela muito sobre os sentimentos e ajuda a clarear nossas intenções.

Segundo a herborista mineira Magdala Guedes e também minha mestra de Renascimento-Kareema: "Se colocamos uma intenção neste gesto e prestamos atenção em como os ingredientes se misturam, podemos entender a alquimia da vida, compreender melhor as emoções e atitudes que nos impedem de ser felizes.” -Aqui está "o milagre"

Fazer pão pode ser uma Terapia...

A força dos elementos da natureza se unem nesta simples receita: a água é o fluido vital; o trigo a força da terra, o fermento que faz a massa crescer, é associado ao ar; e o fogo que tudo transforma- e está feito a alquimia!

Conforme aprendi: _se a massa está muito mole a pessoa está sem foco na vida; Se o pão não cresce é preciso se desapegar do passado e viver o presente; se ficar bom é sinal de realização e conecção com a realidade- aqui está a magia!

O "sonho" do forno à lenha...

E, mesmo que você não tenha um lindo forno à lenha-como tem a querida Leda e família, da pousada Doce Encanto- em Santa Rosa de Lima, município do alto da Serra Catarinense, onde fiz meu segundo curso de Renascedora; ou um grande forno como da não menos querida Andréia do Sítio Çaracura, no bairro de Ratones, aqui mesmo em Floripa SC, onde fiz meu primeiro curso (outro local que amo de paixão)
Locais onde, dentre todos os grandes aprendizados e “insights” que tive, também reaprendi o gosto e a emoção de fazer pães...

"O Pão Nosso de Cada Dia..."
 
Saborear pão dá coragem e nutre a alma, principalmente se, ao faze-lo você colocar nele uma Intenção: de Paz, de União, de Amor...
Assim, antes de iniciar o ritual do pão, mentalize as melhores intenções: União, amor, paz, alegria, cura, saúde...para você seus familiares e todo aquele que comer desse pão!

Veja que ele é citado até numa das Orações mais importante no mundo: O Pai Nosso! “O pão nosso de cada dia nos daí hoje...” E faz parte do maior ritual dos cristãos: a comunhão do pão...
Você poderá até fazer uma prece, tipo:

Faça uma Oração ao fazer o pão...

(Jesus, mestre, anjo, guia...) entre em meu coração
e toque aquelas circunstâncias que precisam ser Curadas.
Renove em mim a confiança e a coragem para que eu
enfrente as dificuldades sem esmorecer.
Percorra minha vida e cure as feridas
que me levaram a me fechar em mim mesmo.
Concede-me, diante do Amor Regenerador,
uma nova consciência sobre meus valores”

Ou faça a oração que quiser, desde que seja de coração...


Paõ de ERVAS- excelente e nutritivo!

E aqui está a Receita que aprendi no curso, já fiz diversas vezes com maior sucesso!

Receita Pão de Ervas Finas
( receita da Andréia do Sitio Çarakura-Ratones-Floripa-SC-Brasil)

Massa Básica sem ovos

Ingredientes

- 1Kg de farinha dividida em três partes:
- 2 partes de farinha branca
- 1 parte de farinha integral( ou germe de trigo, ou aveia, ou germe ou um pouco de cada )
- um pouco de gergelim ( opcional)
- um pouco de linhaça ( opcional)
- 5 colheres de sopa de açúcar mascavo
- 1 colh de sopa rasa de sal ;
-  1 colh de sopa cheia de fermento biológico ( no inverno prefira fermento gelado, o pão crescerá melhor e mais rapidamente e aumente um pouco o fermento para 1 colh e ½ ou quatro quadradinhos de fermente gelado)
-  4 colh de sopa de óleo;
-  1xícara ( mais ou menos) de água levemente morna.


 

Pão Integral mais "rico" em nutrientes.

Modo de fazer:Misture os ingredientes secos e acrescente
_ o óleo,
_ e vá acrescentando a água aos poucos.
Sove até se transformar numa massa homogênea a ponto de não grudar na mesa.
O gergelim e a linhaça você pode acrescentar a massa ou jogar por cima, depois de pincelar o pão com um ovo levemente batido, para que as sementes grudem, antes de leva-lo ao forno.


Esta receita básica dá dois pães grande, ou três pequenos ou ainda pãezinhos menores. Você pode optar por fazer um de ervas que pode ser servido com sopas, no almoço ou no jantar; e um com frutas que fica melhor sozinho ou pra um café de tarde. Os dois ficam igualmente bons...vai do gosto ou paladar de cada um.

Se quiser pão com ervas: depois de sovado abra a massa e acrescente as ervas secas e juntas tipo: cebolinha fina, salsinha, manjericão, alecrim etc. enrole e ponha a crescer.

Para o pão doce- acrescente depois de sovado: uvas-passas, banana-seca, ameixa-seca, tâmara etc enrole e ponha na forma.

_____  ***  _____

Postado por Geni Mafra Souza
Das minhas apostilas e vivência do curso de Renascedora.

Fontes:
- Vida-Aprenda a Fazer Pão-editora três, SP, 1985.
- Revista Bons Fluídos, editota Abril, SP,  dezembro, 2002

Sites da net:
www.abundancia.com.br/pao.html

Imagens Net



2 comentários:

  1. QUERIDA GENI, COMO VAI VC MINHA LINDA AMIGA? QUE PÁGINA LINDA, PARABENS. ESSE PÃO IREI FAZER COM CERTEZA...OBRIGADA POR COMPARTILHAR ESSE TEXTO LINDO, ADOREI. E ESSA IMAGEM DA ROSA SEMPRE ME FAZ LEMBRAR O PEQUENO PRINCIPE E VEJO QUE A TI TAMBEM...É LINDA DEMAIS,TENHO UM FASCINIO INESPLICAVÉL POR ROSAS, RSRSRS...BEIJÃO MEU ANJO
    TE AMO.
    NEUMA

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Neuma,

    Me emociona tua visita e tuas amavéis palavras!
    Faça o pão sim, irás gostar!
    E o amor é recíproco, tenha certeza !!!
    Gení

    ResponderExcluir