terça-feira, 20 de junho de 2017

* - O YÔGA (2ª parte) - PASSOS e TIPOS do YÔGA - *


Os passos do Yôga


OS OITO PASSOS do YÔGA

Ética em primeiro lugar
O primeiro nível de yoga consiste nos princípios éticos e deve nortear a vida de todo praticante. Apenas treinar as posturas físicas sem respeitar esses princípios não é praticar yoga em sua verdadeira essência, é simplesmente fazer contorcionismo.

Como  falamos na primeira parte, em sua obra Yoga Sutra, Patanjali codificou o yoga em oito partes ou passos, denominando-o Ashtanga Yoga:

Ashtanga Yôga-as partes ou passos do Yôga.

1º) Yama - como o Yôga deve se relacionar com o mundo

Ahimsa - não violência, em atitudes, atos, palavras.
Satya - verdade, não mentir.
Asteya - integridade, não roubar nem bens matérias nem idéias.
Brahmacharya - contensão de energia.
Aparigraha - desapego, não acumular desnecessariamente.

Lishvara pranidhana - entrega-
render-se a Energia do Universo.

2º) Niyama - é como o yoga deve se comportar consigo mesmo.

Saocha - limpeza ou pureza, do corpo tanto externa quanto interna. A limpeza externa através de banhos e a limpeza interna através de posturas fisicas "asanas".
Santosa - auto contentamento, o reconhecimento de tudo que se tem e a apreciação da abundância do universo.
Tapah - auto esforço, disciplina, desejo ardente, é preciso aplicar toda a nossa força de vontade para conquistar os nossos objetivos.
Svadhyaya - estudo de si mesmo que conduz ao autoconhecimento observar permanentemente seus atos, palavras, pensamentos, emoções e físico.
Lishvara pranidhana - entrega, depois de observar todos os yamas e niyamas, o yoguim deve render-se a energia suprema e entregar-se completamente ao poder do universo.

Saudação ao Sol,
conjunto de asanas completa.

3º) Asanas - significa literalmente: "postura confortavelmente mantida". 

A finalidade principal é sempre de natureza mental, vencendo a inquietude e a fragilidade da mente, facilitando a concentração. Agindo sobre a musculatura, interferindo no aparelho circulatório, no sistema nervoso, estimulando glândulas e ativando chacras.

Pranayama= controle da bioenergia
através da Respiração.

4º) Pranayama - é o controle da bioenergia através da Respiração. 

É a ponte entre o físico e o espiritual, os pranayamas acalmam, energizam, refrescam e promovem a limpeza dos canais energéticos estimulando o sistema endócrino.
 
Os pranaymas limpam os
canais energéticos

5º) Pratyahara - introspecção, abstração do sentido, silenciar a mente.

 Ficar imóvel, observar o lago como se fosse sua mente, as ondas que agitam as águas sem se deixar envolver pela tristeza ou alegria, pela ansiedade, pelas emoções. As águas se acalmam, é a união com o Divino.
 
Meditação = interiorização 
da Consciência.
 
6º) Daharana - concentração, controle da mente.

É o requisito para a meditação, é necessário vivenciar o momento presente, o aqui e o agora.

7º) Dhyana - meditação "a parada gradativa das ondas mentais".

A meditação é a interiorização da consciência. As disciplinas que "olham" para dentro podem ser encaradas como disciplinas de meditação.

Samadhi - a Iluninação.

8º) Samadhi - iluminação.

O Samadhi é  quando a consciência se expande permeando todo o ser. É o fim de todo o "buscador", o encontro com a divindade dentro de você mesmo!

TIPOS DE YÔGA

São sete as linhas ou ramos do Yoga Clássico:

1) Jnana-Yoga - Yôga da sabedoria ou conhecimento.

2) Karma-Yoga - É o yoga das ações desinteressadas, prega o desprendimento, o perdão e o amor.

3) Bhakti-Yoga - Procura a união do ser ao seu ideal, através do amor intenso.

4) Mantra-Yoga  ou Dhiana Yôga - Usa o domínio do som interno e externo, pode ser vocalizado, murmurado ou mentalizado. Se utiliza de um Japamala, um rosário de cento e oito contas, para a entoação dos mantras.

Japamala-rosário de 108 contas
para contar os mantras.

5) Hatha-Yoga - Significa Força, usa o corpo como ponto de partida ativando os chacras e desobstruindo as nadis. ( É a linha mais comum no Ocidente, especialmente no Brasil )

6) Tantra-Yoga - Emprega a prática das energias psíquicas e fisiológicas.

7) Raja-Yoga - Estuda e desenvolve todas as potencialidades dos mecanismos da atividade mental. A palavra raja significa real.

Namastê = o Deus que está em mim,
sauda o Deus que está em você!

Além dessas divisões do Yôga Clássico citadas acima, ainda existem as subdivisões que cada um desses ramos poderá ter, ou a junção de alguns desses tipos (como ocorreu no Brasil) gerando assim hoje, uma grande variedades de tipos diferentes do Yôga (clássico) em todo o Mundo, especialmente, no Ocidente.

Mas, não importa o tipo de Yôga que você opta, se a Yôga lhe "chama"...o interessante e nos dedicarmos a uma prática que faça "a diferença" em nossa vida, que nos torne uma pessoa melhor, tornando melhor também o lugar em que estamos e os seres com quem convivemos!
_____  ***  _____

Compilado por geni mafra souza
Das minhas pesquisas, leituras e práticas do Yôga.

Fontes principais da net:
http://www.yogasergioabaideprestes.com.br/
pt.wikipedia.org/wiki/Patandjáli
http://www.vidaintegral.com.br/
http://www.portalsaofrancisco.com.br/
http://www.personare.com.br_rosine/
www2.uol.com.br/vyaestelar/yogas.htm

Imagens  net

Nenhum comentário:

Postar um comentário