quinta-feira, 30 de outubro de 2014

HALLOWEEN - SAMHIN- 31 de Outubro

SAMHIN ( souêin) ou Hallows – Um pouco de História e Significado.

Uma noite de comemoração -1833.

O Samhin representava a passagem do Ano Novo celta e o terceiro e último festival da colheita. Era o mais importante dos Sabbats - datas festivas ligadas a roda do ano dos Celtas, povo que dominou a maior parte da Europa antes do império Romano.  Significava para os celtas o fim de um ciclo com o prenúncio de um novo, o mergulho na escuridão e na morte à espera do renascimento.

Os celtas eram pagãos ou Povos dos Bosques.

Os celtas eram considerados  pagãos, lembrando que o significado de pagão é "povo dos bosques" e nada tem a ver com ateus como muitos afirmam, pois, na verdade eles eram politeístas, já que acreditavam em diversos deuses e deusas.

O Samhin, para os Celtas, era a época em que eles matavam os animais que não mais serviam para reprodução, sendo transformados em conservas para o inverno.

O "Povo dos Bosques" em comemorações.


Nos países nórdicos e celtas, acreditava-se que vários espíritos da natureza como as fadas escuras, perambulavam pela terra à noite, perturbando as pessoas e assustando os animais. Para mantê-los à distância, fogueiras e lanternas eram acesas nos Sidh, ou colinas encantadas nas quais os espíritos residiam, enquanto que oferendas eram deixadas nos bosques.


Pessoas que não participavam dos ritos, mas temiam a aproximação dos espíritos nas terras dos vivos, tentavam assustá-los e afastá-los com máscaras talhadas em abóboras e iluminadas por dentro com velas. 
  
Na Roda do Ano - já que para os celtas o tempo não era linear como o consideramos hoje mas cíclico, circular, pois seguiam também um calendário lunar- Samhin é o contrário de Beltane e é regida pela deusa Anciã e pelo deus da Morte. 

A Roda do Ano Celta

Alguns historiadores e autores considerem que, no sul, nesta época, não se deve comemorar este sabbat já que Samhin comemorava a chegada do inverno, diferente do sul onde passamos para o verão, entendo que comemorar ou não, fica a critério de cada um.

Écate, a deusa da encruzilhada 
que encaminha as almas.

Em Roma neste dia celebrava-se as deusas Pomona e Fortuna, com oferendas para agradecer as colheitas e atrair boa sorte.

Na tradição da deusa, esta noite é dedicada a Cerridwen, a deusa celta do caldeirão sagrado da sabedoria e da transmutação, a face ancião da Grande Mãe. 

No mito grego, Deméter desce para visitar sua filha Perséfone no mundo escuro dos mortos, implorando-lhe para que volte com ela a superfície. Hécate, a deusa da encruzilhadsa, encaminha as almas, iluminando-lhes a passagem com a sua tocha. 

A deusa Cailleach

 Assim, vê-se que são inúmeras as deusas relacionadas e este sabbat, presentes em várias tradições, além das já citadas temos ainda: Baba Yaga, Cailleach, as Erínias, as Moiras, Kali, Inanna, Ísis, Néftis, Morrigan, as Normes, Tomnantzin...

Era um festival de nostalgia...
 
A atmosfera desse festival era de nostalgia, saudade, lembranças, desapego, retraimento, compreensão e mutação. Os véus entre os mundos se tornavam mais tênue nesta noite, permitindo a comunicação entres os ancestrais e os familiares já falecidos.

Os "véus são descerrados"...

Assim Samhin era uma noite de Morte e Ressurreição porque a tradição céltica dizia que todos que morriam, a cada ano, deveriam esperar esta noite para atravessar para o mundo do espírito, onde começavam uma nova vida. Daí o aparecimento também de fadas, gnomos e espíritos ancestrais para conduzirem as almas que ficavam a espera da passagem, porém junto poderiam vir espíritos brincalhões que faziam travessuras para assustar os vivos...

As almas eram conduzidas nesta noite.

Por isso ao ser cristianizado, Samhain transformou-se na comemoração do Dia de Todos os Santos e o próximo dia, dia 01/11, Dia dos Finados, enquanto que sua vulgarização e comercialização moderna o caricaturaram como Halloween, a Festa da Bruxas, como forma de eliminar o paganismo, principalmente na época da inquisição.

As oferendas eram postas sob uma árvore.

A noite de Samhain é propicia a reflexão ou meditação sobre as emoções do passado, encarando seus medos e suas limitações, desapegando-se do peso morto e buscado inspirações e sabedoria para mudanças e transformações. 

É comum neste dia usar várias formas de “adivinhação”: bola de cristal, lagos ou vasilha com água; runas, tarô, I Ching...buscando-se orientação espiritual por meio de viagens xamânicas, mensagens, canalizações ou psicografias.

Noite propícia para o autoconhecimento.

No Brasil, em 2005, acompanhando o ritmo das lendas celtas, é criado o "Dia do Saci" em 31/10 (e outras lendas) como forma de valorizar também o Folclore Nacional, já que o Saci-Pererê é um dos personagem mais conhecido em todo nosso país, sendo muito bem retratada em nossa literatura pelo brilhante Monteiro Lobato.


31/10 Dia do Saci no Brasil.

Quer ler Como Comemorar o Halloween/Dia do Saci:
http://magiadailha.blogspot.com/2012/10/comemorando-halloween-samhain-ou-dia-do.html

Se quiser algumas receitas para sua comemoração:
http://magiadailha.blogspot.com/2010/10/receitas-para-halloween-ou-dia-do-saci.html

 _____   ***   _____

Postado por Geni Mafra Souza

Fontes de pesquisa:
 - FAUR, Mirella, O Anuário da Grande Mãe, 2ª edição, São Paulo SP, Gaia, 2001.
- CUNNINGHAM, Scott e HARRINGTON,David, A Casa Mágica, 2ª edição, São Paulo SP, Gaia, 2001.
- CABOT, Laurie, O Poder da Bruxa,  Rio de Janeiro, Campus, 1990.
- Almanaque do Pensamento, editora Pensamento/Cultrix, diversas edições.
- Almanaque Wicca, editora Pensamento, diversas edições.

Imagens Net

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

COMEMORANDO HALLOWEEN-SAMHAIN ou DIA do SACI (Brasil)


A Rodas do Ano Celta

Se você quer seguir antigas tradições e comemorar estes rituais, ou talvez o faça apenas como trabalho psicológico ou espiritual, mesmo sem seguir o paganismo ou a Wicca como crença ou religião, caso já tenha outra crença; aqui colocamos alguns dos elementos para que possa comemorar, em grupo ou círculo - se vão se encontrar só pra festejar; ou nos chamados Covens- se já existe o grupo com iniciados em alguma tradição; ou sozinha/o. Comecemos pelas datas, que mudam por causa das estações serem diferentes nos hemisférios:

Calendário da Festas-Sabbats Celtas

Usando de todos os elementos, ou apenas alguns; honrando os antepassados ou apenas Meditando sobre sua própria existência; fazendo o ritual como uma Terapia... em outubro, seguindo a roda do norte; ou em maio seguindo a roda do sul...ou nas duas datas...Você é quem decide!

Um Coven em um Sabbat

Os elementos rituais para este Sabbt, Samhain/Halloween que é considerado o mais importante do ano, já que encerra um ano ou ciclo para que outro recomece, segundo os celtas e outras antigas tradições são:

A comemoração solitária.

 Cores: preta, lilás, alaranjado
 Vassoura- usada para limpeza física, astral, emocional e espiritual e pode ser deixada no espaço; o junto ao altar, ou pendurada na porta.
 Velas:  de cor preta/lilás: para a transmutação; de cor laranja: para procissão e iluminação colocadas dentro das lanternas feitas com abóboras.
Fogueira: onde pode-se queimar giesta-das-vassouras, urze ou linho.

Vassouras e chapéus são usados
   
Animais: aranhas e suas teias mostrando o tecer da vida; o destino,
Serpentes: representando a Kundalini; a subida da espiritualidade
Morcegos: representando o mistério


A"teia"da vida, o destino...
   
Corujas: representando a Sabedoria ancestral; a inteligência; a vigilância
Gato: representado o encantamento e a magia;
Sapos: por serem sensitivos e reagirem a espíritos e energias psíquicas.


A coruja - sabedoria e o gato - meditação.
   
Flores: crisântemo e calêndulas para enfeitar o altar ou a mesa;
Folhas: salgueiro, samambaias e ciprestes; galhos e bolotas de carvalho- representam proteção, força (carvalho- a árvore da vida);
Raiz: de mandrágora ( na falta use gengibre)
Frutas: maçã e romãs, representando a morte e o renascimento; as avelãs para atrair sabedoria mágica.

O incenso representa o elemento Ar.

Incensos: sálvia,(iluminação, expansão da consciência, espiritualidade) carvalho (firmeza e prosperidade) cedro (purificação, cura) sândalo, mirra e copal (espiritualidade, cura e exorcismo)
Bebidas: sidras, suco de uva, de maçã; chás especialmente preto com especiarias.
Pedras: ônix, a obsidaiana, o jaspe sanguineo, o cristal esfumaçado.

Minha comemoração ou ritual.

  No altar colocam-se, junto a figuras dos ancestrais (se assim decidir) bolos ou frutas que, depois do ritual, são colocados ao pé de uma árvore.  
O caldeirão ( pode substituir por panela ou lata) se faz necessário para queimar papéis com o que se quer desapegar, eliminar; e com os pedidos para o novo ano.
Oráculos: se quiser visualizar os caminhos à frente; ou pedir orientação de vida, psicológica ou espiritual.

Oráculos: Tarô, Runas, I Ching

As roupas pode ser pretas, laranjas ou lilás e pode se usar máscaras de animais, (ou fazer parte da decoração) representado seu aliado ou animal de poder. Se quiser, use um chapéu de ponta indicando que a energia vem do alto...

A comemoração é feita com bolos, abóboras, frutas acompanhado de sidra, chá de sálvia, hibisco (fortalece os chakras básico e sexual nos ligando a terra; aumenta a função da glândula Hipófise-terceiro-olho e da Pineal melhorando a Intuição) ou calêndula (meditação e fortalecer o plexo solar) chá preto com especiarias ou suco de uva, ou de maçã.

Honrando os ancestrais.
 
 Pode-se, ainda, incluir no ritual: caminhar por um labirinto ao som do batido de tambor (ou poderá aqui usar a imaginação/visualização)

Neste ritual reverenciam-se os ancestrais, e com sua ajuda, pode-se empreender uma viagem simbólica ao ventre escuro da Mãe-Terra buscando a regeneração; o perdão, a transformação.

Labirinto do Parque Malweee
- Jaraguá do Sul - SC - BR -

É assim, o SAMHIN, um ritual forte, 
de Morte e Renascimento!
_____    ***   _____

Quer ler sobre a História do Halloween?
http://magiadailha.blogspot.com/2012/10/hallowen-samhin-31-de-outubro.html

Quer algumas receitas para sua Comemoração?
http://magiadailha.blogspot.com/2010/10/receitas-para-halloween-ou-dia-do-saci.html


Postado por Geni Mafra Souza

Fontes de pesquisa:

- FAUR, Mirella, O Anuário da Grande Mãe, 2ª edição, São Paulo SP, Gaia, 2001.
- CUNNINGHAM, Scott e HARRINGTON,David, A Casa Mágica, 2ª edição, São Paulo SP, Gaia, 2001.
- CABOT, Laurie, O Poder da Bruxa, Rio de Janeiro, Campus, 1990.
- Almanaque do Pensamento, editora Pensamento/Cultrix, diversas edições.
- Almanaque Wicca, editora Pensamento, diversas edições.

Imagens Net



RECEITAS para HALLOWEEN ou "DIA do SACI"-31-10


Comemorando o "Dia do Saci" e outras lendas
no Brasil; ou o Halloween-países de lingua inglesa.

1) SOPA DE ABÓBORA AO GENGIBRE

Ingredientes:
1.5 kg de abóbora-pescoço cozida
1 xícara de chá de cebola picada
4 dentes de alho médio picado
1 ½ colher de sopa de manteiga
1 litro de água
1 colher de sopa de gengibre ralado
1 pitada de noz-moscada
sal a gosto

Modo de preparo:
Refogue a cebola e o alho na manteiga.
Acrescente a abóbora e continue refogando por alguns minutos.
Bata no liquidificador a abóbora refogada com a água.
Volte para panela e deixe apurar até engrossar um pouco.
Adicione o gengibre, a noz-moscada e o sal, mexa bem e está pronta.

Rendimento: 08 pessoas

A Moranga não pode faltar...

2) CARNE de SOL na MORANGA ( ou Camarão na moranga )

Ingredientes
 1 quilo de carne-de-sol
 1 abóbora moranga média
  azeite ( de oliva de preferência)
  ¼ de copo de vinho branco ( p/ aumentar o sabor )
Carne de Charque na Moranga
  2 cebolas médias bem picadas
  2 tomates sem pele e sem sementes, picados
  1 xic. de chá de coentro picado
 um punhado de salsinha picada
 um punhado de cebolinha picada
 noz-moscada
 pimenta-do-reino( se quiser)
 meia colher de sopa de alho poró
 azeitonas (opcional)
 pimenta de cheiro a gosto (opcional)
 1 pacote (400 gr.) de requeijão para uso culinário ("catupiry")

Você também precisará de: panela, assadeira

Preparo: - Encha uma panela com água, mergulhe a carne-de-sol e deixe cozinhar muito bem, para retirar o excesso de sal e deixá-la macia. Esse cozimento deve levar mais ou menos 1 hora.
Enquanto a carne cozinha, abra uma tampa no alto da abóbora e retire suas sementes e fibras com uma colher grande (não retire a polpa). Não jogue a tampa fora.
Agora você pode fazer de três modos: (você escolhe, já testei todos são bons )

Cozinha - Lugar de "Mestre"

a) Coloque-a com a abertura para baixo numa panela de água no fogo, deixando ferver por cerca de dez minutos, para amolecer a moranga. Retire-a da panela e deixe esfriar,depois de rechear com a carne vai no forno (200° +ou_ ) por 10 a quinze minutos.ou
b) Deixar a ábobora crua, rechear e levá-lo ao forno quente por aproximadamente 1 hora ( vai depender do tamanho da abóbora )ou ainda
c) Cozinhe a abóbora no forno em papel alumínio à 200ºc por aproximadamente 1 hora,
Depois retirar e por a carne quente na abóbora tbém quente e servir ( esse modo é mais para a abóbora de casca verde e dura conhecida como cabotiá ou abóbora japonesa )

A  Mágica Alquimia da Cozinha.

Desfie a carne cozida, retirando gorduras e nervos se houver. Frite as cebolas no azeite. Acrescente os tomates, a salsinha, a pimenta-do-reino e os demais temperos que queira usar: azeitonas, pimenta de cheiro, louro… Refogue bem e acrescente a carne de sol desfiada, refogando por mais cinco minutos.
Forre o fundo da moranga com metade do catupiry e encha-a com a carne de sol temperada. Cubra com o catupiry restante. Tampe a abóbora e, numa assadeira, leve-a ao forno médio por aproximadamente 1 hora,( se estiver crua a abóbora, ou por quinze minutos se você já a cozinhou na panela
Conforme falamos antes, ou ainda, se a abobora já foi assada sozinha, ponha o recheio e sirva ) ) ou até que fique macia. Você testa o ponto enfiando um palito, que deve entrar facilmente.
Sirva com arroz amarelão ( bruxa é contra arroz branco, açúcar branco etc ) com com arroz c/ brócolis; com alho como queira
   
Camarão na Moranga
Dicas e Complementos
Se a carne-de-sol estiver muito salgada, troque a água do cozimento umas 3 vezes para dessalgá-la. Isso nem sempre é necessário - depende da carne que você comprou.
Para desfiar a carne sem muito esforço, firme-a contra uma vasilha com um garfo e vá desfiando com outro.
_No caso do camarão, é só substitui-lo pela carne seca. Há apenas uma pequena diferença: acrescente o camarão somente no final, aproximadamente 2 minutos do final.( para que camarão ñ fique borrachudo) Usar camarão médio.

Tempo de preparo: 1h e 30 min a 3 horas
Grau de dificuldade: média
Rendimento: 6 porções médias ou mais

3) ARROZ com BRÓCOLIS e ALHO FRITO
*Brócoli - pela grande quantidade de clorofila, oxigena
o cérebro ativando a inteligência criativa.
Arroz com brócolis

Ingredientes:
2 xicara de chá de arroz
brocolis a gosto
cebola picadinha
sal agua para cozer o arroz
6 colheres de sopa de azeite
6 dentes de alho picadinhos

Como de fazer:
lave bem o arroz e deixe escorrer para secar, pique o brocolis bem a seu gosto com alguns talinhos macios e junte ao arroz..leve uma panela ao fogo com 4 xicaras de chá de agua..quando a agua ferver, despeje o arroz com o brocolis, a cebola picada e o sal; deixe cozinhar sem colocar mais nada..quando cozer, apague o fogo...dai pegue uma panela e coloque o azeite, deixe aquecer e despeje o alho picado (tem que ser picado..não esmagado) para ficar crocante, assim que o alho ficar colorido (cuidado para não queimar) passe o arroz para uma travessa de servir, misture no arroz um tanto de alho com o azeite..e..despeje o restante por cima...sirva


4) BATATINHAS ao FORNO ( para quebrar a tristeza por conter alecrim e sálvia )

Batatinhas ao forno.
 Ingredientes:
6 batatas grandes ou 8 médias
¼ de xícara de manteiga
200 gramas de iogurte
1 colher de chá de alecrim
2 colheres de chá de salsa
1/8 de colher de chá de sálvia
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta do reino
1 colher de sopa de manteiga derretida ( p/ untar a forma e pincelar as batatinhas)
1 xícara de salsa picada para enfeitar

Como fazer:
Cozinhe as batatas até ficarem macias.
- Descasque-as , separe Uma ( ou duas)e corte as demais em fatias;
-  Pegue o que separou e amasse bem
- Adicione a massa ¼ de manteiga, e mexa.
- Adicione o iogurte, alecrim, salsa, sálvia, sal e pimenta e bata tudo até que obtenha uma mistura cremosa
   e fofa.
- Unte uma assadeira com a manteiga e arrume as batatas fatiadas ai pincelando-as com a manteiga derretida;
- Coloque a mistura cremosa; outra camada de batatas; e, se der, outra da mistura cremosa.
- Asse-as em forno quente por 15 minutos. Salpique com a salsa.


5) Salada Especial ( essa AMO de paixão !)

Salada Especial.
Ingredientes:
- Um maço de rúcula
- algumas folhas de alface ( ou outra salada de sua preferência)
- Pedaços de manga,
- Pedaços de abacate meio maduro,
- Pedaços de queijo branco ou gorgonzola ( o grana padano tbém
   fica ótimooo)
- Uvas passas
- Champions cortados ao meio
- Sementes de gergelim ou outra de sua preferência

Numa saladeira misture as folhas verdes e vá jogando por cima os demais ingredientes. Sirva ao óleo extra-virgem. Sal a gosto.

Sobremesas

1) Maçãs assadas com calda de laranja

Torta de Maçãs.
Ingredientes:
3 maçãs vermelhas médias
1 colher (sopa) de açúcar
4 colheres (sopa) de suco de laranja
3 colheres (sopa) de uvas passas sem sementes
1 pote de iogurte natural desnatado
2 colheres (sopa) de geléia de laranja sem açúcar

Modo de Preparo:
Lave as maçãs e retire as sementes com um descaroçador, deixando-as inteiras. Corte-as em rodelas grossas e disponha-as em uma assadeira. Misture em uma tigela o açúcar, o suco de laranja e a geléia de laranja. Regue as maçãs e salpique as uvas passas. Asse em forno médio por 30 minutos, ou até as maçãs ficarem macias. Durante o cozimento, regue as maçãs de vez em quando com o molho. Retire do forno, distribua as rodelas de maçã em pratos individuais e sirva com o iogurte natural.

2) Maçãs Assadas

Ingredientes:
- 6 Maçãs vermelhas;
- 6 c.sopa de mel;
- 4 c.café de canela moída;
- 1 cálice de vinho do porto;

Corte as maçãs ao meio, retire o caroço e disponha-as numa assadeira. Misture o mel, a canela e o vinho do porto e pincel as maçãs, leve ao forno cerca de 20 minutos.

3) Morangos com Suspiro (e há quem resista!? duvido)

Facílíma: Morango com Suspiros.

(Essa é super gostosa, rápida, e é louco de fácil, meus filhos já faziam de pequenos)

- Dois discos de suspiros grandes; ou 200 gr de suspiros pequenos
-  1 kg de morangos,( que depois de bem lavados você deixa num pouco de aguá com gotas de limão
     para ficarem bem vermelhinhos por alguns minutos, depois escorra a água)
- 1 xíc de açúcar ( ñ refinado hein ?)
- Uma lata de creme de leite ou 1 pc de nata

Bata o açúcar com a nata ( ou creme de leite)
Monte uma camada de suspiro,
Ponha por cima os morangos;
Uma camada de nata;
Outro disco ou camada de suspiro
Cubra com os morango e a nata que sobrou
Enfeite com morango inteiros e bem vermelhos

Honrando Os Curadores do Passado como
Meu Avô Materno!

Quer ler sobre a História do Halloween?

Quer algumas receitas para sua Comemoração?


_____  ***  _____

Compilado por Geni Mafra Souza
Algumas receitas pessoais e de família.

Sites  de referência:
www.bruxaria.net/enciclopedia/r/receitas/sabbats/mabon
http://www.receitasdedoces.com.br/
cozinhadailiane.blogspot.com
cybercook.terra.com.br
tudogostoso.uol.com.br
br.geocities.com/athena.gaia/culinaria
cozinhareumaarte.com.br/
aopdofogao.blogspot.com/
cozinhadebruxo.blogspot.com/

domingo, 26 de outubro de 2014

A COZINHA MÁGICA-COZINHAR:-UM ATO de AMOR!


Cozinha: o lugar mágico da casa!

    A cozinha é essencialmente um lugar mágico e continua sendo um dos poucos lugares, em que uma pessoa entra se propondo a realizar alguma coisa e realmente realiza. Temos aí um verdadeiro laboratório de alquimia. Durante o preparo de uma refeição temos uma verdadeira operação mágica ocorrendo, e não é a toa que os instrumentos "tradicionais" que sobreviveram a perseguição sistematizada que os cultos pagãos sofreram estão: o caldeirão, a colher de pau e o pilão.


FOGO: o elemento mais forte da cozinha.

    Na cozinha temos o fogo que é um elemento mágico dos mais fortes. O fogo tem importância tremenda para nós, não podemos nos esquecer disso, como vivemos numa civilização superficial que no auge do consumismo deixa de dar o real valor para certos elementos fundamentais. Quem ainda tem um fogão à lenha, sabe que o rito de acordar cedo e acender o fogo ganha outro sentido.

Cozinha=caldeirão ( panela )
   O Caldeirão é um dos símbolos mais fortes das “antigas tradições” representando o útero da Mãe, da Deusa. Nele é gerado o alimento, nele preparamos nossas receitas, poções e encantamentos.O caldeirão (hoje sendo mais comum as panelas) é o lugar onde podemos juntar os ingredientes e então transmutá-los em algo diferente, no resultado que almejamos.

    Toda pessoa que se dedica de fato as tradições (ou gosta realmente de cozinha) precisa ter, pelo menos UM caldeirão, não importa o tamanho, pois quando usamos instrumentais para manipular as energias que vamos usar em nossas receitas, de magia ou não, o caldeirão surge como elemento dos mais importantes.

    O caldeirão é o útero da deusa, o elemento feminino, da mesma forma que a colher de pau representa o deus, o elemento masculino em nossa cozinha. 

Colher-de-pau não pode faltar
 na cozinha.

Embora "sumidas" do comércio por uns bons tempos, por força das empresas de colheres de metal e de plástico, a boa e antiga colher de pau, é imprescindível em qualquer cozinha, claro tomando-se os cuidados necessários para esterilizá-las sempre que possível.

 Assim , o Caldeirão é a própria força da Terra e a colher de Pau que representa o Sol, é similar em poder a chamada "varinha mágica" de certas tradições, é o veículo ativo do poder solar que se une ao poder telúrico para gerar a vida.

Deixar uma vela acesa dentro do caldeirão é acionar o poder da Deusa Dragão, a que traz em seu útero o fogo da Vida, a chama da existência.

Proteção- é o que nos dão as Ervas.

Uso Mágico da maioria das ervas e tempero: 
Proteção

Estamos rodeados por energias, e dependendo do uso delas ou da mente humana- do ego- algumas podem ser positivas, outras negativas.(ex a raiva, o ódio, o julgamento...) A proteção das energias negativas através da dieta, será tanto espiritual, quanto física. As ervas e os temperos de proteção podem ser adicionados em quase todos os alimentos, mesmo que o prato não seja direcionado para esse fim.

Abençoe seus alimentos antes mesmo de
prepará-los e note diferença nos sabores.

Uma boa dica é espalhar as ervas em uma superfície lisa ou em um papel quadriculado ou papel manteiga. Com o seu dedo indicador, trace um símbolo de proteção (um círculo ou o pentagrama, por exemplo). Visualize a proteção enquanto você desenha. Eu, como sou Reikiana, trabalho também nos alimentos com os símbolos sagrados do Reiki e, segundo minha família, a comida fica muito mais saborosa, além de já ir para a mesa abençoada, o que não dispensa depois, os agradecimentos pelas refeições!


As ervas não podem faltar na cozinha.

A cozinha em nosso próprio benefício

Existem vários elementos e ingredientes existentes e comuns em nossa cozinha nos dias de hoje que podem ser utilizados em nosso próprio benefício. Aqui são destacados alguns desses elementos e suas utilidades:

Alho: Para afastar energias negativas;
Alecrim: Trabalha a mente consciente, a Cura, o amor e a proteção;
Aveia: Trabalha como a Prosperidade;
Bicarbonato de Sódio: Para limpeza e expansão aúrica;
Canela: Traz amor, trabalha com o dinheiro e com a consciência psíquica;
Café: Para resgatar a energia física a mente consciente
Cominho: Traz paz e felicidade;
Coentro: Trabalha o amor e a sensualidade;
Cebolinha: Ajuda na perda e peso e na proteção;

Plante suas ervas,
 mesmo em apartamento.

Cravo da índia: Traz amor, dinheiro e proteção;
Erva doce: Resgata a força física, ajuda na perda de peso e na proteção;
Gergelim: Traz sensualidade e fertilidade;
Leite: Realiza a expansão aúrica;
Limão: Realiza a purificação e sentimento de felicidade;
Louro: Para promover vitória, proteção e cura;
Manjerona: Traz amor e paz;
Mel: para purificação, cuidados com a saúde, amor, sensualidade, felicidade, espiritualidade, sabedoria e perda de peso;

A magia da cozinha.

Milho: Para proteção e espiritualidade;
Mostarda: Traz coragem e proteção;
Noz moscada: Traz coragem e proteção;
Orégano: Traz paz e equilíbrio;
Sal fino: Utilizado para limpeza áurica em nível sutil;
Sal grosso: Utilizado para limpeza áurica em nível denso;
Salsinha: Para proteção e prosperidade;
Tomate: para cuidados com a saúde, para proteção e dinheiro;
Vinagre:Traz a purificação e a proteção;
_____  ***  _____

Pesquisado e Compilado por Gení Mafra Souza.
De meus conhecimentos, cursos, leituras, pequisas
e vivências.

Fontes de pesquisa mais usadas:
1) A Cozinha Mágica-Marcia Frazão, editora Ediouro
2) A Casa Mágica-Scott Cunningham, 1999, editora Gaia.

Imagens da net

*_ORAÇÃO de uma ANTIGA BENZEDEIRA_*

QUE EU POSSA REALIZAR 
MEU TRABALHO.

 "Que eu seja como a que tece o pano na floresta,
profundamente escondida.
Que eu possa fazer o meu trabalho sem interrupção.
Que eu seja uma exilada, se este é o sacrifício.

Que eu possa olhar a Lua Cheia,
 entre as árvores.

Que eu conheça a procissão sazonada do meu espírito e do meu corpo,
e possa celebrar os quartos em cruz, solstícios e equinócios.
Que cada Lua Cheia me encontre a olhar para cima,
nas árvores desenhadas no céu luminoso.

Que meus amigos sejam da espécie
que Ame o Silêncio!

Que meus amigos sejam da espécie que ama o silêncio.
Que sejamos inocentes e despretensiosos.

Que eu saiba Respeitar 
e Amar os animais.

Que eu possa acariciar flores selvagens, cobri-las com as mãos.
Que eu possa liberta-las, sem apanhar nenhuma, para viver em abundancia.

Que eu possa caminhar entre as flores
 sem colher nenhuma.

Que eu seja capaz de gratidão.
Que eu saiba ter recebido a alegria, como o leite materno.
Que eu saiba isso como o meu gato, no sangue e nos ossos.


Que eu fale a Verdade 
sobre a Alegria e a Dor!
 
 Que eu fale a verdade sobre a alegria e a dor,
em canções que soem como o aroma do alecrim,
como todo o dia e na antiguidade, erva forte da cozinha.


Que eu reconheça o Poder das ervas
 como o Alecrim.
Que eu não me incline a auto-integridade e a auto-piedade.
Que eu possa me aproximar dos altos trabalhos da terra
e dos circulos de pedra, como raposa ou mariposa,
e não perturbar o lugar mais que isso.

Que eu possa me aproximar 
dos altos trabalhos da terra.

Que meu olhar seja direto e minha mão firme.
Que minha porta se abra aqueles que habitam fora da riqueza,
da fama e do privilégio.

Que eu saiba valorizar o 
"andar descalço"

Que os que jamais andaram descalços
não encontrem o caminho que chega a minha porta.
Que se percam na jornada labiríntica.
Que eles voltem...

Que os que nunca andaram descalços
não cheguem a minha porta.

Que eu me sente ao lado do fogo no inverno
e veja as chamas brilhando para o que vier,
e nunca tenha necessidade de advertir ou aconselhar,
sem que me peçam.

Que eu me sente ao lado do fogo
 no inverno.

Que eu possa ter um simples banco de madeira,
com verdadeiro regozijo.
Que o lugar onde habito seja como uma floresta.

Que eu more cercada de flores

Que haja caminhos e veredas para as cavernas
com poços, árvores e flores, animais e pássaros,
todos conhecidos e por mim reverenciados com amor.

Que haja caminhos com flores e animais.
 
Que minha existência mude o mundo não mais nem menos
do que o soprar do vento,
ou o orgulhoso crescer das árvores.
Por isso, eu jogo fora a minha roupa.

Que eu possa conservar a minha Fé!

Que eu possa conservar a Fé, sempre!
Que jamais encontre desculpas para o oportunismo.
Que eu saiba que não tenho opção, e assim mesmo
escolha como a cantiga é feita, em alegria e com amor.

Quando falhar
 que eu me conceda o Perdão!
 
Que eu faça a mesma escolha todos os dias e de novo.
Quando falhar, que eu me conceda o perdão.
Que eu dance nua, sem medo de enfrentar meu próprio reflexo".


Que eu não tema meu próprio Reflexo!
 _____  ***  _____

*Esse texto é muito antigo, a autoria se perdeu no tempo*

Recebi a anos atrás de uma amiga de Portugual, não sei a fonte por isso não posso informar.
Essa é minha homenagem as pessoas que Benziam, Curavam, e Rezavam, numa época em que o mundo atravessou uma fase de difícil compreensão - a inquisição.

Para ler sobre o Alecrim no blog clic:
http://magiadailha.blogspot.com/2009/11/magia-alegria-do-alecrim.html