domingo, 7 de fevereiro de 2016

- O Ano do MACACO - 2016 (4714) - Começa o Ano Novo Chinês -

08/2 Começa o Novo Ano Chinês.

Pelo horóscopo chinês, em 2016 de acordo com o calendário gregoriano que seguimos - ou 4714 pelo calendário chinês - no dia 08 de fevereiro, segunda-feira, começa o Ano do MACACO, o nono signo do zodíaco; já que o Carneiro/Cabra vigora até 07/2, domingo. 

2016 ou 4714 ?

Como o elemento que acompanha o Macaco deste ano é o Fogo, teremos o ano do MACACO de FOGO que imprimirá alguns traços de sua personalidade (forte!) ao ano.

A cor do ano é Vermelho (amarelo) cores quentes e cheias de energia, típico do macaco especialmente com o elemento Fogo, que não sabe parar quieto!


Lembrando que o ocidente também usa o calendário chinês -lunar- o mais antigo que se tem conhecimento, para calcular o carnaval. (leia mais: http://magiadailha.blogspot.com/2011/01/calendario-chines-1-parte-historico.html

 Por isso mesmo, o “reinado de momo” sempre cai durante o ano novo chinês.

O alegre e malicioso Macaco 
vai dominar 2016.

Os chineses dizem que o macaco sabe, com perfeição, equilibrar expansão e contração, o que o torna criativo, inventivo e organizado, encontrando mil maneiras de fazer render seu trabalho, e de solucionar os mais diferentes problemas, daí ser considerado o animal mais auspicioso do horóscopo chinês.  

Os projetos criados neste ano são tão originais que, nem sempre podem ser colocados em prática!

Teimoso, dominador, inteligente
e criativo!

O Macaco de Fogo é teimoso e dominador e tem uma auto-estima quase indestrutível, portanto é um ano onde tudo pode acontecer... Por isso exigirá de todos os outros signos, jogo de cintura, para enfrentarmos as situações difíceis e resolvê-las com criatividade próprios do macaco. O que podemos fazer é curtir a alegria, o otimismo e o grande amor pela vida; já que o macaco é divertido, brincalhão e muito esperto! E como ele é imprevisível, fará com que precisemos usar a inteligência e a criatividade, com uma certa dose de malícia, para sairmos das crises, sejam elas, financeira, profissional ou familiar.

Cuide com o que vê, escuta e fala num ano
do Macaco.

Desde o último ano que o macaco comandou, (2004) uma nova ideia de participação social se delineou, e, só agora, vamos vê-la por completo. Daí ser um ano de formar parcerias e sociedades, com inovação para os negócios e relacionamentos pessoais, desde que você se alie as pessoas certas! Portanto, cuidado! Pense bem antes de agir e dizer “sim”, embora é um ano bom para ter Sucesso nos empreendimentos e facilidade para resolver problemas que ficaram pendentes em anos anteriores.

É ano bom para reconhecimento e ascensão. O ano promete excitação, com boas chances para suscitar aplausos e receber merecidas honrarias; claro que estas, são de acordo com seu merecimento: cada um vai colher o que plantou!



Nos relacionamentos será hora de questionamentos, de “olhar os problemas de frente” e resolvê-los,  mas  se soubermos enfrentar as “crises”, as rotinas serão quebradas...e pela curiosidade que o macaco imprime ao ano, este será de muito movimento e quebra de paradigmas, com êxitos inesperados e fracassos imprevistos. 

Cuidado com as inquietações que poderão levar a sair de relacionamentos estáveis a procura “do novo”, que nem sempre serão “sérios”... e corações poderão sair machucados...(mas nunca o do próprio macaco!) uma vez que adora novos envolvimentos, e também pela inquietação que o macaco de fogo costuma nos trazer, já que o macaco é impulsivo e pode-se deixar levar pelas aparências. Porém, também não se acomode numa história infeliz!

A Alegria e a malícia em pessoa!

É ano para rever sua vida pessoal e as amizades, e desconectar-se daqueles amigos ciumentos e mal humorados que te levam para baixo, já que esse é um ano de alegria e movimento.

Ano propício as viagens principalmente as de estudos, com participação em eventos artísticos (bem macaco!) e culturais.  Mudanças de país, estado, cidade ou casa estarão presentes.  

Você também pode ser compelido a frequentar uma nova religião ou grupo místico. Analise bem o tipo de instituição, para não se envolver em organizações perigosas ou fanáticas.

Levemos a vida com mais leveza,
a exemplo do macaco.

Na Saúde, os maiores distúrbios serão ligados ao Sistema Digestivo, gástricos, por isso evite ser tão cáustico em suas críticas. Leve a vida com mais leveza (como faz o macaco) e seu sistema digestivo agradecerá!

Os elementos ligados a este signo são:

Cor - Vermelho ( e amarelo)
Estação fixa - Outono
Direção fixa - Oeste
Elemento fixo -  metal
Chakras mais afetados - Básico e Plexo Solar


Fragrância: Ylang-ylang
Sabor: Aromático
Alimentos: Queijos e frutas tropicais.
Bebida: Batidas com leite
Condimentos: Cominho
Animal: Gaivota
Planta: Hera
Flor: Liláz


Árvore: Eucalipto
Metal: Urânio
Pedra preciosa: Carbunite
Instrumento musical: Piano
Dia do Mês: 27
Número: 13

HERA - a linda trepadeira do ano.

Correspondência do signo ocidental - Leão
Características básicas positivas- alegre, charmoso, otimista, prático, amigável, seguro, força de vontade, iniciativa, liderança, inovação e energético.
Características básicas negativas: agressividade, egoísmo, inveja, arrogância, orgulho, teimosia,  argumentação crítica e impulsividade.
Charmoso, otimista e amigável assim
é o Macaco.



Tome cuidado para não assumir uma atitude tipo “todos se dão bem, todos são felizes, só eu que não consigo o que mereço.” Sentir pena de si mesmo não vai levá-lo a lugar algum. Isso é atraso de vida! Assuma o controle da situação e parta para a luta. Só assim a sorte vai reverter à seu favor. Fazer algum trabalho filantrópico ou voluntariado o ajudará a amadurecer ( já que o macaco é um tanto brincalhão e infantil) e a enxergar a vida sob um ângulo mais adulto e espiritual.

Não se faça de"vítima!"

Assim, não importa sua crença, religião ou filosofia de vida: reserve neste ano, pelo menos três dias na semana, alguns minutos só para si, para contemplar, meditar, refletir; perdoar; desapegar... fazer alguma forma de terapia Yôga, Tay chi, Reiki, técnicas de Respiração... e claro, a partir daí, do autoconhecimento, fazer as mudanças necessárias para se tornar uma pessoa melhor, mais serena, calma, mais livre (de preconceitos, julgamentos e amarras) e mais feliz!


_____   ***   _____

Postado por Gení Mafra Souza
Mestre Reiki Método Usui
Facilitadora do Renascimento
Joga Tarô Terapêutico
magiadailha.blogspot.com
48- 37336833 - 99254194 (tim whats)

No face:
Geni Mafra Souza (também no twitter)
Terapias Magia da Ilha - Terapias Complementares

Fontes de Consulta:
A)     Almanaque do pensamento 2016 - editora Pensamento-Cultrix - São Paulo - SP -  BR
B)      Com auxílio dos sites:

www.hoops.pt/astrologia/macaco.htm
www.zastros.com.br › Horóscopo Chinês
somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=45607

Imagens destes e de outros sites da NET.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

NUMEROLOGIA - Previsões 2016 -

Falando um pouco sobre Numerologia...


Pela numerologia, antiga ciência que traduz o que dizem os números, também chamada de  linguagem dos números, a soma dos números de um ano pode nos dizer, em linhas gerais, o que podemos esperar dele, e assim a partir deste conhecimento, poderemos  trabalhar melhor nossas capacidades intelectuais, emocionais e espirituais. 



É claro que, um conjunto de conhecimentos tão antigos e complexos como a numerologia,(supõe-se que cerca de 14 mil anos antes de Cristo) pode se desdobrar em muitas outras correntes, e usar também de outros instrumentos como o Tarô, a Astrologia, a kaballa...para chegarmos a um conhecimento maior do que nos espera no ano. Daí, a necessidade de consultarmos também estes outros métodos e não nos atermos apenas a um deles, tendo assim uma visão melhor a mais aprimorada do que podemos esperar do ano, e claro agirmos no nosso dia-a-dia para evoluirmos cada vez mais.

A Tradição oral dos povos antigos.

A Magia dos números era tão essencial para o homem primitivo quanto seus procedimentos de Cura, e era transmitida pelos líderes e anciões dos clãs, apenas aos indivíduos mais inteligentes e esclarecidos, digamos assim.
Desde cedo então o homem usou dos números para progredir, com o comércio exigindo sons de contagem. Enfim, desde os habitantes das cavernas até a criação do sistema de Pitagórico, por volta de 632 antes de Cristo, a numerologia percorreu um grande caminho!

Numerologia-  a base de outros sistemas.

Sabemos também que outros instrumentos como o Tarô e a kaballa, utilizaram-se dos números e partiram seus estudos destes. Assim a numerologia é uma riqueza de símbolos deixados para nós pelas gerações que nos procederam, e podemos usar disso para nosso aperfeiçoamento, já cada um dos números tem uma gama de significados.

2016 - Um Ano de soma 9

Somando-se os números obtemos o 9.

O número nove, surge quando o homem começa a se preocupar, em grande escala, com aqueles que estavam em torno dele, com a preocupação de ajudar o próximo a crescer.
Podemos perceber, já de início, que é um ano mais ligado ao bem estar coletivo.
Assim o 9 é governado pelo Amor, tanto em relação ao vizinho, como a humanidade. Num ano de número 9, as mentes se ampliam com a finalidade de compreender os sentimentos dos outros.

Ano 9 é governado pelo Amor!

A missão do 9 é, principalmente,  buscar a compreensão, oferecendo uma palavra amiga e de carinho. A tendência num ano nove é nos inclinarmos demais para o amor pessoal e as propriedades materiais, mas isso também pode se apresentar como um desvio e podemos nos perder dos nossos objetivos de ajudar o próximo. É preciso que num ano destes, aprendamos a nos despir do egoísmo e não esperar recompensas por nossos esforços. É um ano onde se conhecerão pessoas novas e aumentarão os círculos de amizade, prevalecendo às colaborações desinteressadas. 

Devemos varrer tudo o que é antigo para
dar lugar ao novo!

Devemos aprender neste ano a nos desvencilhar de coisas velhas, sejam elas materiais ou não. Aproveite e permita que coisas antigas e sem propósito desapareçam de seu horizonte. Desapegue e abra espaço para novas coisas, novas experiências, mesmo que aja perda nas áreas dos negócios e nas amizades, elas serão inevitáveis. Esqueça de uma vez por toda tudo o que faz parte do passado: sucesso, fracasso, erros cometidos por imprudência ou imaturidade, Seja tolerante e reconsidere suas opiniões. Mantenha a mente aberta! Expresse seus talentos promovendo o entendimento e a cooperação. Busque novo valores culturais e artísticos.

9 é o ano do mestre!

É um ano onde prevalecem, para as pessoas de bem, os ideais, a boa imaginação, a escrita, a música e as artes em geral, a generosidade, o companheirismo, os trabalhos com Cura ( medicinas, terapias) o ensino: os mestres, os professores, com tendências artísticas, filosóficas e intelectuais,  já que esse é um dos números do Mestre!

As viagens serão importantes em seu destino. Mas, devemos evitar a timidez, o vacilo e o mau humor, se quisermos, realmente, usufruirmos das qualidades do ano 9.

É um ano onde, as pessoas que realmente se deixam levar pelas qualidades dele, amarão sem egoísmo; partilharão seus conhecimentos sem esperar nada em troca, se refletirmos como um bom mestre, antes de agir!

É preciso reestruturar os negócios num ano 9.

Na área dos negócios, é um ano excelente para promover uma reestruturação completa, colocando em ordem TUDO aquilo que ficou inacabado anteriormente; de reciclar, de reconstruir, reorganizar; portanto procure terminar tudo aquilo que ficou por fazer! E assim será um ano de progresso caracterizado por uma maior compreensão dos problemas, pelo espírito comunitário e a eliminação de focos de conflitos, onde a tolerância, a boa vontade e a fraternidade devem ser cultivados.

Ofereça ajuda a quem lhe pede.

Num ano 9, as nações trabalharão para dar fim a seus conflitos ideológicos; a sociedade apoiará iniciativas para tirar assuntos polêmicos de um arquivo morto e esclarecê-los. O objetivo da maioria será abrir caminhos para a Paz Mundial.

Doe Amor sem esperar recompensa

Haverá também interesse por projetos humanitários, por uma ajuda econômica aos povos necessitados e pela eliminação da ganância e da intolerância.
A indústria das comunicações, telecomunicações e internet; também pessoas nobre e famosas estarão em evidência, principalmente aquelas que se envolverão com problemas da humanidade e farão ajuda humanitária, já que 9 também é o número da Caridade e da Abnegação.

Solidariedade - palavra de um ano 9


Como símbolo do 9 é o dever, exige este ano que cumpramos nossas obrigações, paguemos nossas contas em dia e sejamos fiéis aos nossos compromissos, conosco mesmo e com nossos semelhantes.

9 um ano próprio para Meditação.

Assim é que num ano nove, temos duas energias opostas: a do desafio e da inércia. E o que acontecerá, em particular, dependerá das atitudes que você adotar perante à vida.
Se você adotar uma atitude negativa, TUDO para você será um obstáculo e seu progresso neste ano será comprometido.
Se tiver atitude Positiva, o ano será sem tropeços e você viverá de maneira harmoniosa. Por isso, e por ser um ano do mestre, esse ano pede MEDITAÇÃO!

Resumindo num ano 9 temos:


Cor - amarelo-ouro
Plantas - Plátano (árvore símbolo do Canadá)
Flores - Magnólia
Símbolo - o dever.

O lindo Plátano, a árvore de 2016

Palavra-chave - Meditação
Palavra de ordem - Amor Fraterno
Favorável - Expansão Cultural, filosofia e romantismo.


Três grandes atributos de um mestre.

Atributos positivos - Compaixão, Fé, Solidariedade, compreensão, tolerância, amor incondicional, companheirismo, entusiasmo, simpatia, generosidade, coragem, paciência(os principais atributos de um mestre)
Atributos negativos - Amargura, egoísmo, negatividade, ciúme.
Pedras - Granada e hematita (que devem ser usadas em contato com a pele)
Melhores dias - terças e domingos.
Melhores meses - Abril, agosto e novembro.

Magnólia - a flor do ano
pela numerologia.

Que o ano 9, o ano do mestre, nos traga compreensão e desapego, para mantermos a mente calma e serena diante de qualquer obstáculo.

Se quer ler as Previsões quanto a ASTROLOGIA, aqui no blog siga:
http://magiadailha.blogspot.com/2016/01/previsoes-2016-astrologia.html

E sobre o Ano do Macaco no horóscopo chinês:
http://magiadailha.blogspot.com/2016/02/o-ano-do-macaco-2016-4714-comeca-o-ano.html

_____   ***   _____

Pesquisado, compilado e postado por Gení Mafra Souza
Trabalho com Tarô terapêutico; jogo Runas e Tarô de
Florais de Bach para aconselhamento.
Mestre Reiki Sistema Usui Tradicional.
Facilitadora de Renascimento pela Respiração.

* Esclareço que não sou Numeróloga, apenas curiosa da arte e pesquisadora do assunto.

Fontes de pesquisa:
- STRAYHORN, Lloyd - Você e a Numerologia, editora Record, segunda edição, 1988, Rio de Janeiro-RJ
  ABC do Destino - Numerologia, editora Globo, 1991.
 - LIBERATO, Aparecida - Vivendo Melhor através da Numerologia, editora Best Seller,  1999, São Paulo-SP

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Carnaval - Um Pouco de História



Por mais que se pesquise, a história do início do carnaval se perdeu no tempo, porém temos alguns indícios de como esta festa popular pode ter começado, segundo a maioria dos autores que estudam o tema.

Os Pagãos já promoviam festas há mais de 4 mil anos,
semelhantes aos "carnavais" de hoje.

Há mais de 4 mil anos ( nos meados de 600 a 520 a.C.) antes de Cristo, os Pagãos promoviam festas onde as pessoas pintavam os rostos, dançavam e bebiam ao redor de fogueiras, para comemorar as colheitas ou para celebrar acontecimentos religiosos. No Egito já era hábito se fantasiar com máscaras e adereços e pintar o corpo para cultuar Osíris e Ísis pelo recuo das águas do Nilo, para semear o trigo; na Grécia as honras eram para Dionísio, deus de vinho e da loucura e para Momo, deus do sarcasmo e do delírio.

Pã (Lupércio em Roma) era o deus dos bosques,
dos campos, dos rebanhos e dos pastores
na mitologia grega.

Em Roma, que adotou diversas divindades gregas, a festa era para Júpiter – o deus dos deuses; Carna, a deusa romana da saúde e da sobrevivência; para Pã (deus dos bosques) para Baco (do vinho) e também para Momo, em festivais chamados de Lupercais e Bacanais ou Dionísicas.

As celebrações eram feitas com sacrifícios de animais (e até de humanos, como era feito com o Momo), bebidas e comidas em excessos, onde a nudez pública e sexo desenfreado foram sendo incorporados.
Não havia nenhuma punição nos três dias de festas, até que o Momo, fosse sacrificado em honra a Saturno na festa chamada Saturnália, que anunciava o fim do inverno e a volta do sol.

Lupercais, Bacanais ou Dionísicas e
Saturnálias, eram festas romanas.

Assim, três dias eram de total permissividade e, depois, a tristeza e a morte (do momo) no quarto dia (o que pode também ter dado origem à atual quarta-feira de cinzas).

Em meados de fevereiro, também havia um festival romano do "pão, da fornalha" e da vegetação: a Fornacália que festejava a primavera e o renascer da natureza. No início era uma comemoração de caráter religioso, mas depois essa festa degenerou para orgia.

As orgias nas festas romanas

Provavelmente, foram esses tipos de celebrações que deram origem ao carnaval.

Os egípcios, os gregos e os romanos estavam crentes que homenageavam seus deuses, mas na verdade, adquiriam autoridade para roubar, matar e destruir, nestes dias de festas, inclusive com a anuência de autoridades como no século VI a.C., Pisístrato, o tirano de Atenas, passou a homenagear Dionísioconstruindo um templo na Acrópole, o teatro Dionísio, que abrigaria concursos de peças cômicas ou dramáticas.  Depois os romanos, também tiveram a complacência de César, 100 a.C.-44 a.C., quando permitia a escolha do melhor soldado para ser o “Rei Momo”, mesmo que este fosse, depois das festas, sacrificado.

Os grandes festivais romanos.

A Igreja também deu sua aprovação pois, não podendo acabar com as festas pagãs, a igreja católica resolve oficializá-la- do século VI d.C. até o século XVIII d.C.-incorporando-a no seu calendário, provavelmente, também para poder cobrar com mais rigor, os quarenta dias de penitência e jejum durante a Quaresma.  
 
O Rei Momo, aquele que
Comanda as festas de Carnaval.

A Palavra “Carnaval”

Para a palavra Carnaval, também existem divergências entre os estudiosos:
a) Pode ter-se originado de CARRUM NAVALIS, os carros navais que faziam a abertura das Dionisías Gregas nos séculos VII e VI a.C.;
b) ou viria de KANE ou KARTH ou "lugar santo " (isto é comunidade pagã, os deuses e seus seguidores) e de VAL ou WAL ou morto, assassinado, quer dizer procissão dos deuses mortos, uma espécie de procissão de almas errantes do purgatório identificada desde o século XI;
c) Pode ter também sido dado em função das Festas em homenagens a deusa romana Carna, já que ela representava a realidade carnal da existência humana
d) outra explicação seria que entre os ano de 590 - 604 d.C., o papa Gregório I definiu que, num período do ano, os fiéis deveriam se dedicar exclusivamente às questões espirituais. Seriam 40 dias em que se deveria evitar sexo, carnes vermelhas e festas, até mesmo das diversões, como circo ou teatro.
*  Em 1138, a irmandade católica resolve implantar a Semana Santa e definiu as datas oficiais da chamada 'Quaresma', e o primeiro dia dela se chamaria ‘quarta-feira de cinzas’.
 
O Início do Carnaval.

Aconteceu que os dias antes dessa quarta-feira começaram a ser de intenso consumo de carnes, bebidas e de festa. “As ruas enchiam-se de gente fazendo tudo aquilo que não se devia ou não se podia fazer durante o resto do ano. A esse período deu-se o nome de ‘adeus à carne’, “tirar a carne” ou ‘carne vale’ em italiano, que, depois, passou a ser ‘carnevale’-“carnaval”

Assim a palavra "carnaval" ficou, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão "carnis valles", que, acabou por formar a palavra "carnaval", sendo que "carnis" em latim significa carne e "valles" significa prazeres.

Famoso Carnaval em Veneza- Itália.

DATA

Pelo calendário gregoriano, o domingo de Páscoa ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia que se verificar a partir do equinócio da primavera (no hemisfério norte) ou do equinócio do outono (no hemisfério sul), e a sexta-feira da Paixão é a que antecede o Domingo de Páscoa, então a terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa (quarenta dias de Quaresma e mais a Semana Santa) Todos os feriados eclesiásticos são calculados em função da data da Páscoa, com exceção do Natal.

A beleza do carnaval veneziano.

Curiosidades

O baile de máscaras foi introduzido pelo papa Paulo II, no século XV, em pleno Renascimento, mas ganhou força e tradição no século seguinte, por causa do sucesso da Commedia dell'Arte - uma forma de teatro popular improvisado, que começou na Itália, se desenvolveu depois na França e que se manteve popular até o século 18. E é neste século que aparecem três grandes personagens do carnaval: a Colombina, o Pierrô e o Arlequim que tem origem nesta Comédia Italiana.

O Arlequim, o Pierrô e a Colombina.

Na Europa um dos principais rituais de Carnaval foi o Entrudo. A palavra vem do latim e significa início, começo, a abertura da Quaresma. Existe desde 590 d.C., quando o carnaval cristão foi oficializado. O povo comemorava comendo e bebendo para compensar o jejum. Mas, aos poucos, o ritual foi se tornando bruto e grosseiro e o máximo de sua violência e falta de respeito aconteceu em Portugal, nos séculos XVII e XVIII. As pessoas atiravam água suja e ovos das janelas dos sobrados e balcões. Nas ruas havia guerra de laranjas podres e restos de comida e se cometia todo tipo de abusos e atrocidades.

Entrudo - Abertura da Quaresma.

Carnaval no Brasil

O carnaval não veio com os escravos como muitos pensam. A origem aqui se deve ao entrudo português que chegou com as caravelas da colonização (1641). Recebeu também influências das mascaradas italianas, e somente no século XX é que recebeu elementos africanos.

Entrudo no Brasil Antigo.

Entrudo: era uma festa cheia de inconveniências da qual participavam tanto os escravos quanto as famílias brancas. Após intervenções e advertências da Igreja Católica, os banhos de água suja foram sendo substituídos por limões de cheiro, esferas de cera com água perfumada ou água de rosas. Esses frascos deram origem ao lança-perfume, de origem francesa.

As lindas máscaras de Veneza - Itália.

Criado em 1885, os lança-perfumes chegam ao Brasil nos primeiros anos do século XX. Para substituir as grosserias do entrudo, vieram as guerras de flores, de papel e os carros alegóricos. As máscaras e fantasias começaram a aparecer na primeira metade do século XIX, por influência da moda européia, especialmente de Paris e de Veneza.

Antigo convite para o Carnaval.

O primeiro baile de máscaras do Brasil foi realizado pelo Hotel Itália, no Largo do Rocio, RJ em 1840, pelos proprietários italianos, com muito sucesso. Dos salões, os bailes transferiram-se aos teatros, animados principalmente pelo ritmo da polca - primeiro gênero a ser adotado como música carnavalesca no Brasil - e depois, envolvidos pelo som da quadrilha, da valsa, do tango, do "cake walk", do "charleston" e do maxixe. Até então, esses ritmos eram executados apenas em versão instrumental.

Carnavais no Rio Antigo - RJ - BR.

Por volta de 1880 os bailes passaram a incluir a versão cantada, entoada pelos coros. Em 1899, Inspirada pela cadência rítmica dos ranchos e cordões, surge a primeira música feita exclusivamente para o carnaval: a marchinha, "Ó Abre Alas", composta pela maestrina Chiquinha Gonzaga. As marchinhas reinaram até a década de 60 quando são substituídas pelo samba.

Foliões de carro, no Brasil, na década 20- 30.


Na chegada do século XX surgiu o Corso: em desfile caminhões e carros abertos, com ou sem decoração, carregam foliões pela recém inaugurada Av. Central, no Rio de Janeiro.

E surge o Samba brasileiro.

No bairro do Estácio (RJ) foi onde surgiu o ritmo que iria dar um novo tom ao Carnaval, e viria a se consagrar como uma das marcas registradas da música brasileira: o SAMBA.

1920 - As primeiras escolas de samba no Brasil

As Escolas de Samba

O carnaval de rua se consolida no Rio nas primeiras décadas do século XX. Sociedades desfilam seus enredos com fantasias em carros alegóricos. Os blocos aparecem como diversão da população dos subúrbios e dos morros. Junta-se isso tudo e em 1920 aparecem as escolas de samba.

Os famosos bonecos de Olinda - PE - BR

O Carnaval no Brasil hoje

Por ter na sua origem a influência de muitos povos, com costumes e tradições diferentes, é que o carnaval no Brasil assumiu muitas particularidades, evidentes nas diversas regiões, tornando-se um dos carnavais mais famosos do mundo, atraindo milhares de pessoas de todos os continentes.


As concorridas escolas de samba do Rio - RJ - BR.
_____  ***  _____

Pesquisado e Compilado por Geni Mafra Souza.
Terapeuta, Taróloga, jogo também para aconselhamento:
Runas e Tarô de Florais de Bach; Mestre Reiki,
e facilitadora de Renascimento pela Respiração. 


Fontes Bibliográficas:
FERREIRA, Felipe. O livro de ouro do carnaval brasileiro. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.
ARAÚJO, Hiram. Carnaval: seis milênios de história. Rio de Janeiro: Gryphus, 2003.
MORAES, Eneida de. História do carnaval carioca. Rio de Janeiro: Record, (1958) 1987.
BAKHTIN, Mikhail. A Cultura Popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de
François Rabelais. Tradução de Yara Frateschi Vieira. São Paulo/Brasília: Hucitec/EditoraUniversidade de Brasília, 2008.
MATTA, Roberto da. Carnavais, Malandros e Heróis. 4ª edição; Rio de Janeiro: Zahar Editores S.A; 1997.
FAUR, Mirella. O Anuário da Grande Mãe, 2ª edição, São Paulo, Gaia, 2001..

Fontes na Net:
www.areliquia.com.br/Artigos%20Anteriores/57HistCarn.htm
pt.wikipedia.org/wiki/Carnaval
pt.wikipedia.org/wiki/Pã_(mitologia)
opiniaoenoticia.com.br/cultura/historia-do-carnaval-no-mundo/
www.brasilfolclore.hpg.ig.com.br/carnaval.htm
revistadocambuci.net/.../266-conheca-a-verdadeira-origem-do-carna...

Imagens Net.