segunda-feira, 20 de março de 2017

Quaresma, Semana Santa e Páscoa - A data máxima para os cristãos.

Quaresma

Quaresma revive os 40 dias
 de Jesus no deserto.

Como vimos na História do Carnaval, a 4 mil anos atrás, nos meados de 600 a 520 a.C. os pagãos promoviam festas para comemorar as colheitas ou para celebrar acontecimentos religiosos. No Egito e na Grécia era hábito se fantasiar para cultuar Osíris e Ísis ou Dionísio, e Momo. Em Roma, a festa era para Júpiter, Carna, Pã, Baco e também para Momo, durante três dias onde “tudo era permitido”... depois, chegava a tristeza e a morte (do momo, que morria de verdade!) no quarto dia, o que pode também ter dado origem à atual quarta-feira de cinzas. 

Para ler mais sobre o carnaval, que está ligado à Páscoa: http://magiadailha.blogspot.com/2012/02/carnavalum-pouco-de-historia.html

Como tinha dificuldades de acabar com as festas pagãs, a igreja, que na época dominava também o Poder e a política, entre os anos de 590 - 604 d.C., o papa Gregório I definiu que, num período do ano, os fiéis deveriam se dedicar exclusivamente às questões espirituais.

Seriam 40 dias, (a exemplo de Jesus que jejuou e meditou por quarenta dias no deserto, antes de começar seu ministério (Mt 4,1-11; Mc 1,12-13; Lc 4,1-13) e muitos outros fatos na Bíblia ocorreram depois dos quarenta dias) em que se deveria evitar sexo, carnes vermelhas e festas, até mesmo das diversões, como circo ou teatro, se preparando para a Páscoa.  A igreja se aproveitou das festas pagãs, reconhecendo-as, para criar logo após elas, um período de total abstinência do corpo, para purificar a alma e cria-se, assim, a Quaresma.

Em 1138, a irmandade católica resolve implantar a Semana Santa, para lembrar o martírio e sacrifício de Cristo e definiu as datas oficiais da chamada 'Quaresma', e o primeiro dia dela se chamaria ‘quarta-feira de cinzas’. Então a Quaresma passou a ser de quarenta dias mais a semana Santa, ficando ao todo com 47 dias como uma data móvel, a depender da Lua Cheia, que era a época em que os festivais eram realizados.


Como a Quaresma e a Páscoa são Calculadas?

Pelo calendário gregoriano, o domingo de Páscoa ocorre, no primeiro domingo após a primeira Lua Cheia, que se verificar a partir do equinócio da primavera (no hemisfério norte) ou do equinócio do outono (no hemisfério sul)

A sexta-feira da Paixão é a que antecede o Domingo de Páscoa, então a terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa (quarenta dias de Quaresma e mais a Semana Santa). 

Na Europa um dos principais rituais de Carnaval foi o Entrudo. A palavra entrudo vem do latim e significa início, começo, a abertura da QuaresmaExiste desde 590 d.C., quando o carnaval cristão foi oficializado. O povo comemorava comendo, bebendo, dançando e festando, para compensar o jejum que faria na quaresma.

Quarta-feira de Cinzas:
"Lembra-te: És Pó e ao Pó Voltaras!"
Hoje...

A Quaresma, começa com a celebração de Quarta feira de Cinzas, é um período de 40 dias marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão.

Os 7 dias da Semana Santa, são celebrados de modo mais incisivo e contemplativo, pelos cristãos, pelo menos os mais chegados aos rituais das igreja cristãs católica/ortodoxa e das evangélicas, especialmente.

A cor usada em, praticamente, toda a quaresma é o ROXO, indicando profunda interiorização num tempo de recolhimento, reflexão, penitência e oração. (Com exceção do quarto domingo da quaresma que usa o Rosa, a sexta-feira Santa que usa o Vermelho e o domingo de Páscoa que usa o branco ou Dourado.)

Roxo a cor da Quaresma
lembrando Reflexão, Recolhimento...

Atualmente...

Na quarta-feira de Cinzas de 2017, o Papa Francisco disse: -  “A Quaresma é um caminho que nos conduz para a vitória da misericórdia, sobre tudo o que procura esmagar-nos ou reduzir-nos a qualquer coisa, que não corresponda à dignidade de filhos de Deus. A Quaresma é a estrada da escravidão para a liberdade, do sofrimento para a alegria, da morte para a vida...”

Este ano, em especial, Papa nos pede que a Quaresma represente “um novo começo” e recomenda as práticas tradicionalmente ligadas a este tempo de preparação para a Páscoa, a festa máxima da cristandade, “o jejum, a oração e a esmola”, como forma de combater a “corrupção do pecado”.

A Semana Santa

Em 325 d.C, o Concílio de Niceia, presidido pelo Imperador Constantino e organizado pelo Papa Silvestre I, foi decidido que a Semana Santa seria comemorada do domingo de ramos ao domingo de Páscoa. Há relatos de festas em homenagem aos últimos dias de Cristo, pouco tempo depois de sua morte. Porém comemoravam dois dias apenas: sábado de aleluia e domingo da ressurreição.


Semana Santa ou
Semana da Paixão.

A Semana Santa relembra os últimos dias de Jesus: a Paixão, a Morte e a Ressurreição.

Começa com o:

Domingo de Ramos: -  Relembrando quando Cristo entra triunfante em Jerusalém, onde ia para comemorar a *Páscoa Judaica com seus discípulos, sendo recebido e reconhecido como o rei dos Judeus, mas chega montado em um jumento, simbolizando a Humildade. O costume da procissão de Ramos, passou a fazer parte do calendário litúrgico no fim da idade média. 
A cor usada é o Vermelho.

*Para ler um pouco sobre a História da Páscoa, aqui no blog: http://magiadailha.blogspot.com/2010/03/um-pouco-da-historia-da-pascoa-1-parte.html

Jesus é aclamado "Rei dos Judeus"

Segunda-feira -  Jesus, na preparação para a Páscoa Judaica, vai à casa de Lázaro e de suas irmãs Marta e Maria Madalena, que ao jantar, derrama óleo de *Nardo nos pés de Jesus e seca-os com seus cabelos, ato criticado por Judas Iscariotes. Jesus em defesa de Maria Madalena lhe diz: “Ela antecipa a unção de meu corpo para ir à sepultura. Asseguro-vos que em qualquer parte do mundo onde se proclame o evangelho, será lembrado do que ela fez!”. O aroma que encheu a casa, previa o perfume do domingo de Páscoa, quando Jesus Ressuscita.

Maria Madalena unge os pés do Mestre
 com Nardo, e seca com seus cabelos.

*Para ler sobre o NARDO, no blog: 
http://magiadailha.blogspot.com/2012/08/lavanda-alfazema-ou-nardo.html

Terça-feira - É o terceiro dia e é celebrada as dores de Maria quando soube da prisão de Cristo  e, é quando, Jesus anuncia sua morte.

Quarta-feira - É o Dia que a igreja relembra o encontro de N.S. com seu filho carregando sua Cruz.

Jesus numa lição de Humildade,
lava os pés de seus discípulos.

Quinta-feira Tem início o tríduo pascoal, relembra-se a Última Ceia e o Lava Pés onde Jesus, mais uma vez, dá uma lição de humildade e grandeza, lavando os pés de seus 12 apóstolos, e  institui a Comunhão na Ceia Final dizendo “Este é o meu corpo que é dado por vós...Este é o cálice é a nova aliança, em meu sangue...”

É neste dia que Judas sai para trair seu mestre, por trinta dinheiros.

Atualmente há a consagração dos Santos Óleos, usados no batismo, na Crisma e na Unção aos enfermos. 
Após a missa retira-se  a toalha do altar, flores, velas e o Crucifixo, simbolizando o desnudar de Cristo, porque é nesta noite que Jesus é preso e interrogado.

Jesus institui a Comunhão:
"Isto é o meu corpo e o meu sangue!"

Sexta-feira Santa -  A igreja relembra a Morte e Crucificação de Cristo com a “Via Crucis” - a caminhada de Jesus com sua cruz até o calvário.  Jesus neste dia é julgado e açoitado, recebe uma coroa de espinhos é condenado a carregar sua própria cruz, e ao meio-dia é crucificado entre dois ladrões. Por volta das 03:00 da tarde Jesus morre. Mais tarde seu corpo é retirado da cruz e colocado num sepulcro de pedra.

Neste dia, como a Igreja está relembrando um luto, não se celebra missa, acontece a adoração a Santa Cruz. 
Os celebrantes usam vermelho, a cor do mártir. 

Em alguns lugares acontece a “Procissão do Senhor Morto”, relembrando o ato fúnebre.  É um dia, dentre toda Quaresma, de Maior Respeito e Reflexão. É praticado o jejum e a abstinência de carne, em sinal de penitência e respeito.

Por volta das 15:00 hs Jesus expira.

Sábado Santo -  É o dia de Refletir sobre a morte de Jesus, sua dor, seu martírio para pagar nossos “pecados e erros”. Jesus permanece no sepulcro. É dia de Vigília Pascal, onde os fies esperam a Ressurreição. 

Não há comunhão porque não se celebra a Eucaristia, nem sexta e nem sábado. 

Há benção da Água que será usada durante o ano no Batismo; e do Fogo, representando o Cristo Ressuscitado, a verdadeira Água, fonte da Vida e a LUZ que vence as trevas.  As velas foram apagadas e retiradas na sexta-feira Santa. Faz um “Fogo Novo”, representando Cristo. O “fogo-novo”  vai acender o Ciro Pascal, a grande vela onde estão escritos as letras gregas “Alfa” e “Ômega” representando “Deus é o Princípio e o Fim”. Também são gravados no Ciro, os algarismos do ano.

Para ler sobre outros símbolos da Páscoa, aqui no blog: http://magiadailha.blogspot.com/2010/03/pascoa-e-seus-simbolos2-parte.html

Cristo Venceu a Morte.
Ele Ressuscitou: Aleluia!

Domingo de Páscoa - É o dia da Aleluia, da Alegria, da Esperança de Vida Eterna! A data maior para os cristãos! O dia do Grande Milagre, onde Jesus se levanta da sepultura pois venceu a Morte! 
Entoa-se o Hino de Glória ou Aleluia que significa “Alegria, Cristo Ressuscitou!”

A cor usada é o Branco e/ou Dourado, da Paz e da Realeza de Jesus!
_____   ***   _____

Pesquisado e Compilado por Geni Mafra Souza.
Terapeuta, Taróloga, joga também para aconselhamento:
Runas e Tarô de Florais de Bach; Mestre Reiki,
e facilitadora de Renascimento pela Respiração. 

De meus conhecimentos, estudos de minha religião cristã.

Sites consultados e bons para serem lidos:
http://magiadailha.blogspot.com/2012/02/carnavalum-pouco-de-historia.html

sexta-feira, 17 de março de 2017

Um Pouco da História da Páscoa - 1ª parte -


Páscoa - das trevas para a LUZ

A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade.

A palavra "páscoa" - do hebreu "peschad", em grego "paskha" e latim "pache" - significa "passagem", uma transição anunciada pelo equinócio de primavera. Porém, para a maioria dos estudiosos Páscoa (Pêssarr, em hebraico) significa literalmente “passagem” (pois o Senhor “passou” sobre as casas dos filhos de Israel, poupando-os. Ex 12:27). Então a Páscoa dos Judeus, relembra a saída destes do Egito, onde eram escravos, levados por Moisés para a liberdade  na Terra Prometida, no deserto, atravessando, ou "passando", o Mar Vermelho. 
Essa "passagem" refere-se também a décima praga enviado aos egípcios, para que libertassem os hebreus, quando os primogênitos dos egípcios seriam sacrificados, e quando da "passagem" do Anjo da Morte sobre as casas, os filhos de Israel foram poupados...

Voltando a Páscoa Cristã, para entender  o seu significado, é necessário voltar à Idade Média e lembrar que os antigos povos pagãos europeus, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Easter, em inglês, derivada de Eostre, deusa anglo-saxã do amanhecer.

Ostera (ou Ostara) é também a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa coelhos, símbolo da fertilidade.  A deusa, e o ovo que carrega, são símbolos da chegada de uma nova vida.

Ostara ou Persephone deusa da Primavera

Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres. Os antigos povos pagãos comemoravam a chegada da primavera decorando ovos. 

O próprio costume de decorá-los para dar de presente na Páscoa surgiu na Inglaterra, no século X, durante o reinado de Eduardo I (900-924), o qual tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofertá-los para os seus amigos e aliados.
                                                             

Em hebraico, temos a "Pessach", a chamada "Páscoa Judaica", que se originou quando os hebreus, há cerca de 3 mil anos, celebraram o êxodo e libertação do seu povo, após 400 anos de cativeiro no Egito, pela mão de Moisés. Comemoravam assim a passagem da escravidão para a libertação: saíram do solo egípcio, ficaram 40 anos no deserto até chegar à região da Palestina, terra prometida, atualmente chamada de Israel.

Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A festa da Páscoa passou a ser uma festa cristã após a última ceia de Jesus com os apóstolos, na quinta-feira santa. Os fiéis cristãos celebram a Ressurreição de Cristo e sua Elevação ao Céu.

Jesus, os apóstolos e a Última Ceia.
   
As imagens deste momento são a morte de Jesus na cruz e a sua Aparição. A celebração sempre começa na quarta-feira de cinzas, que ocorre 47 dias antes da Páscoa, e portanto a Terça-Feira de Carnaval  (durante quarenta dias=quaresma) e termina no domingo de Páscoa: na semana chamada Semana Santa. 

Leia um pouco mais na História do Carnaval, que tem ligação com a data da Páscoa: http://magiadailha.blogspot.com/2012/02/carnavalum-pouco-de-historia.html

A data cristã foi fixada durante o Concílio de Nicea, em 325 d.C, como sendo "o primeiro domingo após a primeira Lua Cheia que ocorre após ou no equinócio da primavera boreal". Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas.
O OVO contém toda VIDA.
     
 A Simbologia do Ovo

      O ovo é um símbolo que praticamente explica-se por si mesmo. Ele contém o germe, o fruto da vida, que representa o nascimento, o renascimento, a renovação e a criação cíclica. De um modo simples, podemos dizer que: o OVO é o símbolo da vida.

Os celtas, gregos, egípcios, fenícios, chineses e muitas outras civilizações acreditavam que o mundo havia nascido de um ovo_o Ovo Cósmico. Na maioria das tradições, este "ovo cósmico" aparece depois de um período de caos.

Na Índia, por exemplo, acredita-se que uma gansa de nome Hamsa (um espírito considerado o "Sopro divino"), chocou o ovo cósmico na superfície de águas primordiais e, daí, dividido em duas partes, o ovo deu origem ao céu e a terra - simbolicamente é possível ver o céu como a parte leve do ovo, a clara, e a terra como outra mais densa, a gema.

O OVO CÒSMICO da maioria dos povos.

O mito do ovo cósmico aparece também nas tradições chinesas. Antes do surgimento do mundo, quando tudo ainda era caos, um ovo semelhante ao de galinha se abriu e, de seus elementos pesados, surgiu a terra (Yin) e, de sua parte leve e pura, nasceu o céu (Yang).

Para os celtas, o ovo cósmico é assimilado a um ovo de serpente. Para eles, o ovo contém a representação do universo: a gema representa o globo terrestre; a clara o firmamento e a atmosfera; a casca equivale à esfera celeste e aos astros.

OS OVOS como SÍMBOLO da PÁSCOA CRISTÃ

Os ovos tornaram-se símbolo oficial da Páscoa no século XVIII. A igreja doava aos fiéis os ovos bentos. E Foi só aí que confeiteiros franceses tiveram a idéia de fazer ovos de chocolate - iguaria que aparecera por volta de 1500 a.C. na região do Golfo do México. A imagem do coelho apareceu na mesma época, associada à criação por causa de sua grande prole. (na 2ª parte do assunto Páscoa - outros símbolos)

Em muitos países europeus, ainda hoje há a crença de que comer ovos no Domingo de Páscoa traz saúde e sorte durante todo o resto do ano. E mais: um ovo posto na sexta-feira santa afasta as doenças.

OVOS são um dos símbolos 
da Páscoa Cristã.

Quando Cristo ressuscitou, o fato aconteceu no domingo em que os judeus comemoravam a sua "Páscoa"(passagem). Assim, para o cristianismo, desse dia em diante, a Páscoa passou a representar a Ressurreição de Cristo - já que o sacrifício, simbolizado pela antiga páscoa, já havia sido cumprido.

O que comemoramos hoje em dia
 na Páscoa, é a Ressurreição/
Renascimento de Cristo.

A RESSURREIÇÃO - O RENASCIMENTO

Em 2016, a Páscoa será comemorada no último domingo de Março, portanto dia 27.
_____  ***  _____


Para ler sobre "Os símbolos da Páscoa", clic:

Para ler sobre Quaresma, Semana Santa e Páscoa, aqui no blog, vá em:
http://magiadailha.blogspot.com/2017/03/quaresma-semana-santa-e-pascoa-data.html

Geni  Mafra Souza
Mestre Reiki Método Usui
Facilitadora de Renascimento pela Respiração
Joga Tarô Terapêutico
magiadailha.blogspot.com
48- 37336833 - 99254194 (tim whats)

No face:
Geni Mafra Souza (também no twitter)
Terapias Magia da Ilha - Terapias Complementares

Compilado por geni  mafra souza
Meus estudos e sites consultados
ilove.terra.com.br/.../mensagem_historia_pascoa.as
www.suapesquisa.com/historia_da_pascoa.htm
fashionbubbles.com/.../historia-da-pascoa-e-seus-significados
ceticismo.wordpress.com/.../a-verdadeira-historia-da-pascoa/
marcelotodaro.info/?tag=gordon-b-hinckley
ensinandodesiao.org.br/artigos-e-estudos/o-verdadeiro-sentido-da-pascoa-pessach/

Imagens da net

quinta-feira, 16 de março de 2017

PÁSCOA e seus SÍMBOLOS - 2ª parte -

Já falamos do significado da Páscoa para cristãos e judeus, e porque o ovo e o coelho aparecem como símbolos da Páscoa.
 Para ler a primeira parte sobre: História da Páscoa, clic:
http://magiadailha.blogspot.com/2010/03/um-pouco-da-historia-da-pascoa-1-parte.html

 Vimos que ambos foram trazidos de antigos rituais pagãos de fertilidade da primavera, que aconteciam na Europa e no Oriente Médio e eram relacionados com a ressurreição ou ressurgir da vida. Vimos  que a Páscoa Cristã, tem também ligação com a Páscoa Judaica.

Coelho, ovos, flores amarelas,
velas - símbolos da Páscoa

O coelho da Páscoa - representa a periodicidade humana e lunar, a fertilidade e o renascimento da vida. No Egito Antigo, a lebre era o símbolo da fertilidade. Na Europa, o coelho representa o renascimento da vida, pois, a Páscoa européia coincide com o início da primavera. É a época em que a neve derrete, a vida ressurge e os coelhos deixam suas tocas após a hibernação do inverno.

Como os primeiros cristãos celebravam a Ressurreição de Jesus ao mesmo tempo em que os judeus comemoravam sua Páscoa, vários costumes e símbolos da festa judaica foram incorporados às tradições cristãs. O cordeiro é um exemplo. Presente na Páscoa dos judeus, ele simboliza para os cristãos o próprio Jesus Cristo, que foi crucificado para pagar os pecados dos homens.

O Cordeiro - símbolo da Páscoa Cristã
 vindo dos Judeus.

O cordeiro É o símbolo mais antigo da Páscoa, é o símbolo da aliança feita entre Deus e o povo judeu na páscoa da antiga lei. Para os cristãos, o cordeiro é o próprio Jesus, Cordeiro de Deus, que foi sacrificado na cruz pelos nossos pecados, e cujo sangue nos redimiu: "morrendo, destruiu nossa morte, e ressuscitando, restituiu-nos a vida". É a nova Aliança de Deus realizada por Seu Filho, agora não só com um povo, mas com todos os povos.

O peixe - É o mais antigo dos símbolos de Cristo. Isso quer dizer que devemos sempre viver mergulhados na Graça de Cristo e na Vida Divina.

O maior símbolo da 
Páscoa Cristã - a CRUZ

Cruz da Ressureição É o símbolo da religião cristã, representando sofrimento e ressurreição, pois Jesus foi crucificado, mas voltou à vida.

Luzes, velas e fogueiras - Em certos países, os católicos apagam todas as luzes de suas igrejas na Sexta-feira da Paixão. Na véspera da Páscoa fazem um novo fogo chamado de "fogo novo"e é feita a benção do fogo, que será usado para acender o Círio Pascal.

O Círio Pascal-
CRISTO a LUZ dos Povos.

Círio Pascal - É uma grande vela que se acende na igreja, no sábado de aleluia. Significa que "Cristo é a luz dos povos". Nesta vela, estão gravadas as letras do alfabeto grego"alfa" e "ômega", que quer dizer: “Deus é princípio e fim.” Os algarismos do ano também são gravados no Círio Pascal. O Círio Pascal simboliza o Cristo que ressurgiu das trevas para iluminar o nosso caminho.

A ÁGUA - Na celebração do sábado de Aleluia, véspera do domingo de Páscoa, é feita a bênção da água que será utilizada nos batismos durante o ano. Representando também que Cristo é a verdadeira água, fonte de vida.

O Girassol - outro símbolo pascal

GIRASSOL e outras flores amarelas e brancas - Como símbolo da páscoa, o girassol representa a busca da luz que é Cristo Jesus e, assim como ele segue o astro-rei, os cristãos buscam em Cristo o Caminho, a Verdade e a Vida.

Trigo (pão) e Uva (vinho) - Na última ceia, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Representando o seu corpo e sangue, eles são dados aos seus discípulos, para celebrar a vida eterna. O trigo (pão) e a uva (vinho) são material da Ceia e da Missa .

O Trigo, o Pão e o Vinho

O PÃO E VINHO, sobretudo na antiguidade, foram a comida e bebida mais comum para muitos povos. Cristo, ao instituir a Eucaristia, se serviu dos alimentos mais comuns, para simbolizar sua presença constante, entre e nas pessoas de boa vontade. Assim, o pão e o vinho simbolizam essa aliança eterna do Criador com a sua criatura e sua presença no meio dos cristãos.

A entrada triunfante de Jesus
em Jerusalém - os Ramos

OS RAMOS - Podemos dizer que a Semana da Páscoa começa com o Domingo de Ramos.(Em 2016 será a 20 de março e a Páscoa a 27). A festa dos ramos relembra, o dia em que Jesus entrou festivamente em Jerusalém, pouco antes de sua morte, e inicia seu processo de "entrega" ao sofrimento, para a salvação da humanidade.

LAVA-PÉS - Na quinta-feira, relembra-se a última ceia de Cristo com seus discípulos, ocasião em que Jesus instituiu a Eucaristia e quando lavou os pés dos apóstolos, para dar uma lição de humildade, simplicidade, igualdade, solidariedade, amor e serviço aos irmãos; a Grande Lição Pascal.

O Lava-pés - A Grande Lição de Humildade,
Simplicidade, Igualdade,  Amor e Serviço.

Colomba Pascal - O bolo em forma de "pomba da paz" significa a vinda do Espírito Santo.

O Aleluia (hino de louvor) e os sinos - O Aleluia é um dos mais expressivos hinos de louvor a Deus e é um canto de alegria. "Aleluia! Aleluia!" quer dizer: "Alegremo-nos! Alegremo-nos!"

SINO - É outro símbolo da páscoa. No domingo de páscoa, tocando festivo, os sinos anunciam com alegria, a celebração da Ressurreição de Cristo.

A RESSURREIÇÃO - O RENASCIMENTO

Ovo de Páscoa - Simboliza o nascimento, o surgimento da vida e a origem do mundo.

Para ler mais sobre os ovos de Páscoa:
 http://magiadailha.blogspot.com/2010/03/um-pouco-da-historia-da-pascoa-1-parte.html

Osterbaum - Outro símbolo que também foi bem aceito e vindo também da Alemanha, a Árvore da Páscoa = Osterbaum, na língua alemã. É montada com galhos secos,  lembrando a morte de Jesus. A árvore ou galhos são cobertos com ovos de Páscoa, principalmente, e já se tornam parte da tradição, especialmente no sul do Brasil onde a cultura alemã se faz mais forte e presente.


OSTERBAUM = Árvore de Páscoa. 
Pomerode - SC - BR.

Coelho - Por ser um animal com capacidade de gerar grandes ninhadas, sua imagem simboliza a capacidade da Igreja de produzir novos discípulos constantemente. A tradição do Coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em 1700.

O coelho símbolo da reprodução

Que CRISTO RENASÇA na PAZ, LUZ e ALEGRIA
 no Coração de Cada Um!
FELIZ PÁSCOA! FELIZ RENASCIMENTO!

_____   ***   _____

Para ler mais sobre Quaresma, Semana Santa e Páscoa, vá em:
http://magiadailha.blogspot.com/2017/03/quaresma-semana-santa-e-pascoa-data.html

Pesquisado e compilado por Geni Mafra Souza
Mestre Reiki Método Usui
Facilitadora de Renascimento pela Respiração
Joga Tarô Terapêutico
magiadailha.blogspot.com
48- 37336833 - 99254194 (tim whats)

No face:
Geni Mafra Souza (também no twitter)
Terapias Magia da Ilha - Terapias Complementares

De meus estudos, conhecimentos e vivência
Com auxílio dos sites:
www.portaldafamilia.org/.../pascoa/pascoasimbolos.shtml
www.construirnoticias.com.br/asp/materia.asp?id...
ilove.terra.com.br/lili/.../mensagens_simbolos.asp
www.comamor.com.br/curiosidades_pascoa.asp
www.lendorelendogabi.com/.../Simbolos_e_Culinaria_de_Pascoa.htm

Imagens da net

quarta-feira, 15 de março de 2017

DIAS MÁGICOS de MARÇO - 2ª quinzena -

Para quem se interessa pelas deusas/deuses como arquétipos; ou simplesmente quer aumentar seu conhecimentos sobre a história antiga, seus rituais e comemorações...

Silfos são os elementais do Ar
guardiões do mês de Março.

Relembrando que:

As pedras do mês de Março são: 
- Jaspe sanguíneo ou heliotropio (estimula a kundalini, elimina a raiva estimulando o Perdão, acalma as emoções, dá força e coragem) 
- e a Água marinha (equilíbrio físico e mental)

A árvore do mês: Freixo - Fraxinus excelsior  - é uma árvore da família das Oleáceas, a mesma família a que pertence a oliveiraOriginária da Europa.


LIBERTE-SE das Amarras
e LIVRE-SE dos Conflitos

Para contrabalançar as energias tempestuosas marcianas recomenda-se, em março: exercícios de equilíbrio e centramento; renovação e harmonização nos relacionamentos; iniciar uma terapia corporal para desbloquear, liberar e transmutar sentimentos de raiva, se libertar das amarras e iniciar novos projetos e empreendimentos.

Dois grandes episódios deste mês são: os Equinócios (20/3) e a Entrada do Sol no signo de Áries, marcando o Novo Ano Astrológico.

O lema do mês Março é: 
"LIBERTE-SE das Amarras e LIVRE-SE dos Conflitos".

Dionísio ou Baco deus do Vinho

Dia 16 de Março - Festival de Dionísio

É o dia do deus greco-romano do vinho, também conhecido como Baco. Ele também domina os grão, a fertilidade e a alegria. Hoje, reúna os amigos para uma pequena celebração a Dionísio, fazendo um brinde em honra a ele. Todos os que participarem deste alegre ritual, terão como companheira de vida: a alegria.

São Patrício - patrono da Irlanda.

Dia 17 de Março - Dia de São Patrício-Padroeiro da Irlanda do Norte e Festival de Astarte

São Patrício ou Patrick é Patrono da Irlanda do Norte, onde viveu pregando o Evangelho por quase 30 anos. Explicava o Poder da Santíssima Trindade com um trevo e usava a cor verde para identificá-lo. Dizem que acabou com as inúmeras serpentes de diversos tipos que existiam na Irlanda. 
Ritual:- Peça hoje a este santo proteção contra inimigos visíveis e invisíveis.


Rainha Astarte

- Festival de Astarte

Essa antiga tradição da Canaã homenageia Astarte, a Rainha do Paraíso. Desperte esse antigo ritual pintando um ou mais ovos, colocando nele(s) os seus desejos. No dia seguinte, ofereça a um bom amigo e estará dando boa sorte para os dois.

Dia 18 - Celebração de Sheelah Na Gig
Antiga deusa irlandesa da sexualidade que representava os princípios da vida e da morte. Hoje peça a  essa deusa que a ajude a resgatar seu poder e direito de se expressar, de forma livre e consciente.


Deusa Sheelah Na Gig

- Dia 19 - Dia de São José, pai de Jesus.
São José, foi aquele que teve a missão e a graça de educar e conviver mais próximo, daquele que viria a ser a Redenção do Mundo-JESUS CRISTO. Hoje reverencie e peça a São José que faça seu coração humilde como foi e dele.

São José e o "menino Jesus".

Início do Panathenaea, festival gregos de cinco dias em honra à Athena; Quintaria, equivalente romano do festival grego, para Minerva; Sitala, deusa indiana das febres, é também invocada neste dia para curar doenças contagiosas.


Athena a deusa da inteligência e criatividade

Invoque a energia da inteligência criativa de Athena e/ou de Minerva acendendo uma vela amarela. Faça alguns exercícios respiratórios, já que seu elemento é o ar. Relaxe. Pense nos problemas que afligem sua vida no momento e quais seriam as soluções ideais. Peça à Athena; a Minerva (ou a Sitala, se precisar de Cura) Sabedoria para encontrar a melhor maneira de resolvê-los.

Equinócios de MARÇO

Dia 20 de MARÇO ( 2017) - EQUINÓCIO de OUTONO - HSe da PRIMAVERA (HN) 07h30min  horário de Brasília, e Ano Novo Astrólogico. 

É momento de refletir e meditar. Este dia representa o rapto de Perséfone por Hades e sua descida ao submundo. Simboliza nossa viagem espiritual que deve ir até a escuridão para despertar nossa luz. Carregue hoje em seu bolso sementes de romã para ajudá-la (o) em sua jornada espiritual e preste atenção em tudo o que vir a sentir. Para ler mais clic:
http://magiadailha.blogspot.com/2010/03/20-de-marco-de-2010vamos-celebrar-os.html

Dia 20 de março também é o início de um Novo Ano para a Astrologia, já que começa o primeiro signo: ÁRIES!

Ovo Cósmico que aparece 
em diversas culturas

Dia 21- Festival do Ovo Cósmico.
Gerado pela deusa Eurynome e fertilizado pelo deus em forma de serpente Ophion. Celebração da deusa celta da primavera Eostre ou Ostara, com oferenda de ovos coloridos colocados em ninhos de palha.

Dia 22 - Dia de Hércules
Hércules foi um semideus que realizou muitas façanhas, algumas consideradas impossíveis. 
Ritual:- Revela hoje antigos projetos adormecidos.

O Grande Hércules

Dia 23  -  Dia de Maat e Shait.
Maat era a deusa da justiça e da verdade, guardiã da balança, no antigo Egito; e Shaita deusa do destino que acompanhava as pessoas do nascimento até a morte.

Maat, a deusa egípcia 
da Verdade.

Dia 24 -  Dia de  Heimdall
Vinda da mitologia germânica, esta antiga tradição lembra-nos do deus Heimdall, guardião da ponte Bifrost, arco-íris que liga a Terra de Asgard, o reino dos deuses. 
Ritual:- Hoje, desenhe em um papel virgem um arco-íris, pintando-o com todas as sete cores. Escreva embaixo dele seu desejo e cole-o atrás de um espelho, deixando-o lá durante o dia inteiro. Seu desejo será assim levado por Heimdall e apreciado pelos deuses.

Heimdall -o deus do Arco-íris

Dia 25 -  Celebração de Ashisti.

Fim do antigo festival romano da alegria, Hilária. No final das festividades, faziam-se lavagens ritualísticas das casas e dos templos; Celebração de Ashisti, deusa persa da fortuna e da prosperidade. 
Ritual:- O ritual de hoje é SER GRATO! Hoje,  Medite e Agradeça toda a Prosperidade na sua vida. 

Comemoração, também hoje, do deus Marte e de sua consorte, a deusa Néria.

Ashisti-deusa da Prosperidade

Dia 26 - Dia do Arado e Celebração de Mati Syra.
Dia do Arado, nos países nórdicos; Celebração de Mati Syra, a Mãe Terra nos países eslavos. Ritual:-Hoje, se puder mesmo que more em um apartamento, plante algo para homenagear e agradecer a Mãe Terra por tudo que ela, tão gentilmente, nos oferece!

Mati Syra-a Mãe Terra


Dia 27 - Festival de Gauri ( a dourada)
A deusa hindu da abundância, padroeira dos casamentos. Sua cor sagrada é o amarelo do Sol, do milho maduro e do trigo.


Gauri a deusa da abundância 
e do amor.

Dia 28 - Dia de Kwan Yin.
Na China e no Japão, Kwan Yin, é a proteotra dos Lares e deusa da Compaixão, da Cura, da Bondade e da felicidade. Na Índia celebra-se Sarasvati, protetora do nascimento, da mulheres; senhora do conhecimento, da fertilidade e da prosperidade.

Kwan Yin a deusa da Compaixão.

29/3 Celebração da deusa grega Ártemis, protetora dos recém-nascidos e dos animais; Comemoração de Druantia, deusa celta da fertilidade, da paixão e da sensualidade; Festival de Ishtar, versão assíria da deusa suméria Inanna.

Eostre - deusa germânica 
do Renascimento

Dia 30 - Festival de  Eostre

Eostre era a deusa germânica da Fertilidade e do Renascimento. Seus símbolos eram os ovos e as lebres e de seus cultos originou-se a Páscoa.
Hoje, atraia a boa sorte e fertilidade para sua casa pintando em um ovo, todos os símbolos mágicos que você conhecer.

Deusa DANA, Danu ou Anu.

Dia 31 de Março- deusa DANA
Comemoração antiga de Dana, a divindade suprema do panteão celta, mãe dos deuses e dos homens, senhora da Luz e do Fogo; Celebração de Danu, na Irlanda.
_____  ***  _____

Estudado, pesquisado e compilado por geni mafra souza

Fontes desta postagem:

- FAUR, Mirella - O Anuário da Grande Mãe -Editora Gaia, 2º edição, 2001,São Paulo, SP.
- Almanaque do Pensamento diversas edições- editora Pensamento-Cultrix Ltda, São Paulo, SP.
- Calendário Wicca-diversas edições, editora Pensamento, São Paulo,SP.

Sites principais:
bruxaguinevere.blogspot.com
pt.wikipedia.org/wiki/Mitologia_romana

Imagens NET