sábado, 27 de fevereiro de 2016

Um Pouco da História da Páscoa - 1ª parte -


Páscoa - das trevas para a LUZ

A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade.

A palavra "páscoa" - do hebreu "peschad", em grego "paskha" e latim "pache" - significa "passagem", uma transição anunciada pelo equinócio de primavera.

Para entender o significado da Páscoa cristã, é necessário voltar à Idade Média e lembrar que os antigos povos pagãos europeus, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Easter, em inglês, derivada de Eostre, deusa anglo-saxã do amanhecer.

Ostera (ou Ostara) é também a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa coelhos, símbolo da fertilidade.  A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida.

Ostara ou Persephone deusa da Primavera

Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres. Os antigos povos pagãos comemoravam a chegada da primavera decorando ovos. 

O próprio costume de decorá-los para dar de presente na Páscoa surgiu na Inglaterra, no século X, durante o reinado de Eduardo I (900-924), o qual tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofertá-los para os seus amigos e aliados.
                                                             

Em hebraico, temos a "Pessach", a chamada "Páscoa Judaica", que se originou quando os hebreus, há cerca de 3 mil anos, celebraram o êxodo e libertação do seu povo, após 400 anos de cativeiro no Egito, pela mão de Moisés. Comemoravam assim a passagem da escravidão para a libertação: saíram do solo egípcio, ficaram 40 anos no deserto até chegar à região da Palestina, terra prometida, atualmente chamada de Israel.

Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A festa da Páscoa passou a ser uma festa cristã após a última ceia de Jesus com os apóstolos, na quinta-feira santa. Os fiéis cristãos celebram a Ressurreição de Cristo e sua Elevação ao Céu.

Jesus, os apóstolos e a Última Ceia.
   
As imagens deste momento são a morte de Jesus na cruz e a sua Aparição. A celebração sempre começa na quarta-feira de cinzas, que ocorre 47 dias antes da Páscoa, e portanto a Terça-Feira de Carnaval  (durante quarenta dias=quaresma) e termina no domingo de Páscoa: na semana chamada Semana Santa. 

Leia um pouco mais na História do Carnaval, que tem ligação com a data da Páscoa: http://magiadailha.blogspot.com/2012/02/carnavalum-pouco-de-historia.html

A data cristã foi fixada durante o Concílio de Nicea, em 325 d.C, como sendo "o primeiro domingo após a primeira Lua Cheia que ocorre após ou no equinócio da primavera boreal". Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas.
O OVO contém toda VIDA.
     
 A Simbologia do Ovo

      O ovo é um símbolo que praticamente explica-se por si mesmo. Ele contém o germe, o fruto da vida, que representa o nascimento, o renascimento, a renovação e a criação cíclica. De um modo simples, podemos dizer que: o OVO é o símbolo da vida.

Os celtas, gregos, egípcios, fenícios, chineses e muitas outras civilizações acreditavam que o mundo havia nascido de um ovo_o Ovo Cósmico. Na maioria das tradições, este "ovo cósmico" aparece depois de um período de caos.

Na Índia, por exemplo, acredita-se que uma gansa de nome Hamsa (um espírito considerado o "Sopro divino"), chocou o ovo cósmico na superfície de águas primordiais e, daí, dividido em duas partes, o ovo deu origem ao céu e a terra - simbolicamente é possível ver o céu como a parte leve do ovo, a clara, e a terra como outra mais densa, a gema.

O OVO CÒSMICO da maioria dos povos.

O mito do ovo cósmico aparece também nas tradições chinesas. Antes do surgimento do mundo, quando tudo ainda era caos, um ovo semelhante ao de galinha se abriu e, de seus elementos pesados, surgiu a terra (Yin) e, de sua parte leve e pura, nasceu o céu (Yang).

Para os celtas, o ovo cósmico é assimilado a um ovo de serpente. Para eles, o ovo contém a representação do universo: a gema representa o globo terrestre; a clara o firmamento e a atmosfera; a casca equivale à esfera celeste e aos astros.

OS OVOS como SÍMBOLO da PÁSCOA CRISTÃ

Os ovos tornaram-se símbolo oficial da Páscoa no século XVIII. A igreja doava aos fiéis os ovos bentos. E Foi só aí que confeiteiros franceses tiveram a idéia de fazer ovos de chocolate - iguaria que aparecera por volta de 1500 a.C. na região do Golfo do México. A imagem do coelho apareceu na mesma época, associada à criação por causa de sua grande prole. (na 2ª parte do assunto Páscoa - outros símbolos)

Em muitos países europeus, ainda hoje há a crença de que comer ovos no Domingo de Páscoa traz saúde e sorte durante todo o resto do ano. E mais: um ovo posto na sexta-feira santa afasta as doenças.

OVOS são um dos símbolos 
da Páscoa Cristã.

Quando Cristo ressuscitou, o fato aconteceu no domingo em que os judeus comemoravam a páscoa. Desse dia em diante, a Páscoa passou a representar Sua Ressurreição - já que o sacrifício, simbolizado pela antiga páscoa, já havia sido cumprido.

O que comemoramos hoje em dia
 na Páscoa, é a Ressurreição/
Renascimento de Cristo.

A RESSURREIÇÃO - O RENASCIMENTO

Em 2016, a Páscoa será comemorada no último domingo de Março, portanto dia 27.
_____  ***  _____


Para ler sobre "Os símbolos da Páscoa", clic:

Geni  Mafra Souza
Mestre Reiki Método Usui
Facilitadora de Renascimento pela Respiração
Joga Tarô Terapêutico
magiadailha.blogspot.com
48- 37336833 - 99254194 (tim whats)

No face:
Geni Mafra Souza (também no twitter)
Terapias Magia da Ilha - Terapias Complementares

Compilado por geni  mafra souza
Meus estudos e sites consultados
ilove.terra.com.br/.../mensagem_historia_pascoa.as
www.suapesquisa.com/historia_da_pascoa.htm
fashionbubbles.com/.../historia-da-pascoa-e-seus-significados
ceticismo.wordpress.com/.../a-verdadeira-historia-da-pascoa/
marcelotodaro.info/?tag=gordon-b-hinckley

Imagens da net

Nenhum comentário:

Postar um comentário